sicnot

Perfil

País

Politécnico do Porto reestrutura mais de uma dezena de cursos

O Instituto Politécnico do Porto (IPP) vai reformular a oferta formativa, passando das atuais sete para oito escolas, o que implica a reestruturação de mais de uma dezena de cursos, explicou esta quarta-feira a sua presidente, Rosário Gamboa.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

A reforma do IPP, cujo início de discussão data do verão de 2014, foi esta tarde aprovada pelo conselho geral desta instituição de Ensino Superior, que conta atualmente com mais de 18 mil alunos.

De entre várias alterações sobressaem as mudanças no polo 2 do IPP, o de Vila do Conte/Póvoa de Varzim, que atualmente é ocupado pela Escola Superior de Estudos Industriais e de Gestão (ESEIG) e que será transformada em Escola Superior de Hotelaria e Turismo (ESHT), com três licenciaturas e dois mestrados, somando-se a criação da Escola Superior de Media e Design (ESMD) com quatro licenciaturas e dois mestrados.

Questionada sobre quando entrarão em vigor as alterações que dizem respeito à atual ESEIG, Rosário Gamboa preferiu não adiantar prazos nem datas, avançando apenas que "quando a nova visão arrancar o IPP manterá o mesmo número de vagas e de oferta".

As escolas partilharão serviços, nomeadamente os administrativos.

Em sentido inverso, alguns cursos que atualmente estão no polo de Vila do Conde/Póvoa de Varzim, nomeadamente os relacionados com a área de engenharia, vão passar para o Porto para integrar o Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP).

Já o curso de Recursos Humanos, bem como o de Ciências e Tecnologias da Documentação e Informação, vão integrar o Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto (ISCAP).

No total, contando com o curso de engenharia mecânica cuja transferência para o Porto foi feita no último ano letivo, serão cinco as licenciaturas alvo de transição no que se refere às alterações do polo 2 que ainda inclui mudanças de formações/disciplinas atualmente ministradas no ISCAP e na Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo (ESMAE).

Rosário Gamboa vincou que esta reestruturação "teve e terá muito em conta a participação e opinião dos alunos, e, através deles, das suas famílias, bem como dos docentes e outros membros da esfera académica".

A presidente do IPP afirmou que as transições poderão ser feitas por etapas e "sempre com comissões de transição" associadas ao processo, "não existindo um figurino único" em relação à forma como cada curso ou área será reestruturado.

De forma geral, esta reforma do IPP traduz-se na reafetação de cursos entre unidades orgânicas, num total de 17 cursos, na descontinuidade de dois e na criação de três novos.

Lusa

  • Politécnico do Porto faz 30 anos
    4:05

    País

    O Instituto Politécnico do Porto faz 30 anos e mostrou algumas das escolas que se distinguem como as melhores do país. A presidente critica a falta de financiamento para o Ensino Superior.

  • "Há uma grande diferença em relação à anterior liderança do PSD"
    14:29

    País

    O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, esteve esta quarta-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. As novas relações com o PSD e a reprogramação do Portugal 2020 foram alguns dos temas de conversa. Pedro Marques defende que existe "uma grande diferença" entre as lideranças de Passos Coelho e Rui Rio no PSD.

    Entrevista SIC Notícias

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC

  • Pigcasso, a porca pintora que tem uma galeria de arte

    Mundo

    O nome sugere o talento da artista que vive na Cidade do Cabo, na África do Sul. Pigcasso estava prestes a morrer, quando foi resgatada por uma ativista que a ajudou a enveredar pelo caminho da pintura. Desde pequena começou a pegar em pincéis e agora é o primeiro animal do mundo com uma galeria de arte, onde já lançou a sua primeira exposição intitulada 'Oink!'.