sicnot

Perfil

País

João Cotrim de Figueiredo abandona Turismo de Portugal

João Cotrim de Figueiredo deixou a presidência do Turismo de Portugal, dois anos depois de ter sido escolhido para o cargo pelo secretário de Estado do Turismo do anterior governo, Adolfo Mesquita Nunes.

SIC

O antigo presidente do Turismo de Portugal já comunicou a decisão ao Ministério da Economia e defende que é "uma decisão que tomo em consciência, numa altura em que o país se pode orgulhar do desempenho do Turismo em Portugal. Na base do inegável sucesso do setor em anos recentes está não só o notável trabalho das empresas e das entidades públicas, mas, também, a estratégia vencedora do Turismo de Portugal executada com profissionalismo e independência", apesar de não prestar declarações sobre as causas que levaram à sua demissão.

Cotrim de Figueiredo assumiu o cargo de presidente do Turismo de Portugal a 8 de dezembro de 2013, com um mandato de cinco anos que agora foi interrompido, menos de um mês depois de o seu nome ter sido anunciado como o eleito para substituir Frederico Costa, que tinha saído do cargo em outubro desse ano.

Contactado pela SIC, o gabinete de Manuel Caldeira Cabral limita-se a confirmar que o gestor colocou o lugar à disposição e avança que deverá agora dar início aos procedimentos necessários para encontrar sucessor.

  • Tragédia de Vila Nova da Rainha foi há uma semana
    7:18
  • Escutas da Operação Marquês "não podem servir de prova"
    1:36

    Operação Marquês

    As defesas de José Sócrates e de Ricardo Salgado queixam-se que as escutas do processo Marquês estão infetadas por um vírus informático. Os advogados dizem que tal como estão as escutas não podem servir de prova. No entanto, o Ministério Público diz que estão reunidas as condições para começar a contar o prazo para a abertura de instrução.

    Luís Garriapa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Admirável mundo novo
    16:17