sicnot

Perfil

País

Nove distritos sob aviso amarelo sexta e sábado devido à chuva

Nove distritos de Portugal continental vão estar na sexta-feira e no sábado sob Aviso Amarelo devido à previsão de chuva por vezes forte, informou hoje o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o instituto, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Aveiro, Coimbra, Viseu, Guarda e Castelo Branco vão estar sob Aviso Amarelo entre as 00:00 de sexta-feira e as 00:00 de sábado devido à previsão de chuva que pode ser persistente e por vezes forte.

O Aviso Amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, alerta para situações de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu muito nublado ou encoberto, temporariamente com abertas durante a tarde, períodos de chuva fraca ou chuvisco, que será moderada no Minho e Douro Litoral e nas regiões montanhosas até ao final da manhã, e pouco frequente a partir do meio da tarde.

O IPMA prevê também para o final do dia, períodos de chuva no Minho e Douro Litoral.

A previsão aponta ainda para vento moderado do quadrante oeste, soprando moderado a forte com rajadas até 70 quilómetros por hora nas terras altas, neblina ou nevoeiro em alguns locais e pequena subida da temperatura mínima nas regiões do interior.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão variar entre 14 e 17 graus Celsius, no Porto entre 13º e 15º, em Viana do Castelo entre 12º e 15º, em Vila Real entre 10º e 12º, em Bragança entre 08º e 13º, em Viseu entre 09º e 12º, na Guarda entre 08º e 10º, em Coimbra entre 13º e 15º, em Castelo Branco entre 12º e 16º, em Santarém entre 14º e 18º, em Évora entre 12º e 16º, em Beja entre 13º e 16º e em Faro entre 15º e 19º.

Lusa

  • O tempo para hoje
    0:28

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje no continente céu muito nublado ou encoberto, temporariamente com abertas durante a tarde, períodos de chuva fraca ou chuvisco, que será moderada no Minho e Douro Litoral e nas regiões montanhosas até ao final da manhã, e pouco frequente a partir do meio da tarde.

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.