sicnot

Perfil

País

Rui Reis é o primeiro cientista português na Academia de Engenharia dos EUA

O cientista e vice-reitor da Universidade do Minho Rui Reis é o primeiro português eleito para a Academia Nacional de Engenharia dos Estados Unidos, distinção considerada "um dos maiores reconhecimentos" a nível mundial, informou hoje a academia minhota.

Rui Reis é vice-reitor e cientista da Universidade do Minho e lidera o Grupo 3B's e o Laboratório Associado ICVS/3B's.

Rui Reis é vice-reitor e cientista da Universidade do Minho e lidera o Grupo 3B's e o Laboratório Associado ICVS/3B's.

Em comunicado a Universidade do Minho (UMinho) adianta que o cientista português, que lidera o Grupo 3B's e o Laboratório Associado ICVS/3B´s, "foi reconhecido pelas suas contribuições para os biomateriais e engenharia de tecidos em medicina regenerativa".

Segundo a academia minhota, a eleição para a Academia Nacional de Engenharia dos EUA, revelada hoje em comunicado pela instituição norte-americana, "é considerada um dos maiores reconhecimentos a nível mundial que pode ser atribuído a um engenheiro" surgindo "normalmente como um reconhecimento de uma vida ou de uma carreira" pelo que a idade média dos membros da Academia ronda os 70, Rui Reis tem 48.

A eleição, feita anualmente, "reconhece aqueles que fizeram as mais destacadas contribuições para a prática, investigação e educação em Engenharia, incluindo sempre que apropriado as contribuições para a literatura da especialidade".

O objetivo é também, explana o texto, "homenagear aqueles que foram pioneiros em abrir novos campos da tecnologia, que promoveram avanços consideráveis nas áreas tradicionais da Engenharia, ou que desenvolveram/implementaram abordagens inovadoras para a Educação em Engenharia".

Rui Reis está, assim, entre os 22 novos membros estrangeiros e os 80 norte-americanos eleitos este ano, pelo que a academia passa a contar com 2275 membros dos EUA e 232 de outros países.

Os novos membros serão nomeados oficialmente durante uma cerimónia a realizar em Washington, em outubro de 2016, durante o encontro Anual da academia.

Lusa

  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • Duas pessoas alvejadas devido a disputa de linha de água em Cabeceiras de Basto
    1:23

    País

    Duas pessoas foram alvejadas por causa de uma disputa de uma linha de água, esta terça-feira, em Cabeceiras de Basto. O suspeito escondeu-se num barracão, mas acabou por ser detido pela GNR. As vítimas sofreram ferimentos ligeiros no braço e no peito. O tenente André Rodrigues, do Comando de Braga, revelou que os disparos foram feitos com uma caçadeira.

  • Governo quer entregar OE 2018 a 13 de outubro
    1:33
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Três irmãos resgatados dos escombros em Itália
    1:24
  • Participante no incidente em Charlottesville teme pela vida
    1:43

    Mundo

    Um dos participantes nos incidentes em Charlottesville e membro de um grupo de extrema-direita supremacista teme vir a ser detido ou até morto, pelas declarações que fez durante uma reportagem da Vice News, que se tornou viral nas redes sociais.