sicnot

Perfil

País

Capelinha das Aparições, em Fátima, alvo de vandalismo

A Capelinha das Aparições, no Santuário de Fátima, foi alvo de vandalização na noite de quarta-feira, mas a Imagem de Nossa Senhora de Fátima não sofreu qualquer dano, informa a página da instituição na internet.

LUSA

Segundo o Santuário, "um carro, a alta velocidade, entrou no recinto, depois da recitação do Rosário das 21:30 e foi embater na estrutura da Capelinha, provocando danos nas portas de acesso e danificando parte do muro".

O condutor "saiu do carro e com um artefacto (...) tentou destruir a redoma que protege a imagem mas (...) sem sucesso", acrescenta a instituição.

"O Santuário acionou de imediato os mecanismos de segurança e prontamente a polícia acorreu ao local, tendo tomado conta da ocorrência e detido o único ocupante desta viatura e autor desta tentativa de vandalização da Capelinha e da Imagem de Nossa Senhora de Fátima", informa a nota publicada no site.

Fonte da GNR disse à agência Lusa que o suspeito, um homem de 24 anos, da zona de Lisboa, foi detido e, "por indicação do Ministério Público, foi notificado para comparecer no Tribunal de Ourém", no distrito de Santarém, hoje à tarde, mas "não compareceu".

Segundo a GNR, o pai do suspeito terá informado que o jovem foi "hospitalizado".

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.