sicnot

Perfil

País

Ciclista levado pela corrente do rio Vouga em Albergaria-a-Velha

Um ciclista foi hoje arrastado pelas águas do rio Vouga, quando circulava na estrada da Cambeia, que liga a ponte de Cacia a Angeja, em Albergaria-a-Velha, disse à Lusa fonte da corporação local de Bombeiros.

O alerta foi dado às 17:14 por populares que viram o homem a ser levado pela corrente, disse o comandante dos Bombeiros de Albergaria-a-Velha, José Valente.

Segundo a mesma fonte, o homem estava a tentar atravessar a estrada, que estava inundada devido às fortes chuvas dos últimos dias.

De imediato foram acionados para o local meios dos Bombeiros de Albergaria-a-Velha e iniciadas as buscas com uma equipa de recuperadores aquáticos, auxiliados por um barco, uma mota de água e cinco viaturas.

As buscas para encontrar o homem foram suspensas, cerca das 19:00, por falta de condições de segurança e visibilidade e vão ser retomadas logo que possível, disse o comandante José Valente

No local estiveram ainda a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital de Aveiro, além da GNR.

Lusa

  • Mau tempo: veja aqui o que se passa na sua zona

    País

    A meteorologia agravou os níveis de alerta de mau tempo, especialmente devido ao vento forte e à agitação marítima. Várias localidades estão a passar por situações complicadas. Verifique na tabela que está aqui em baixo qual é o ponto de situação da sua zona.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • Manifestações de apoio aos pais de Alfie impedidos de o levar para Itália
    3:03

    Mundo

    A justiça britânica rejeitou um novo recurso dos pais do bebé Alfie, que está em estado semivegetativo. O objetivo era levar o menino para Itália, para ser assistido numa unidade pediátrica no Vaticano. Os pais não querem que as máquinas sejam desligadas, mas os médicos defendem que os tratamentos são inúteis.