sicnot

Perfil

País

Polícia Marítima retira seis pessoas da zona do Farol da Nazaré

Seis pessoas foram esta tarde retiradas pela Polícia Martítima da zona do Forte de S. Miguel, na Nazaré, onde ficaram retidas devido à ocorrência de ventos com mais de 100 quilómetros por hora, informou a capitania do Porto local.

(Lusa/ Arquivo)

(Lusa/ Arquivo)

PAULO NOVAIS

"O trânsito está cortado mas as pessoas desceram a encosta a pé, até ao Forte de S. Miguel onde foram surpreendidas com ventos muito fortes e não conseguiram fazer o caminho de volta necessitando de ser resgatadas", disse à agência Lusa o comandante da Capitania da Nazaré, Gomes Agostinho.

As seis pessoas resgatadas pela Polícia Marítima têm "na maioria entre os 20 e os 30 anos, mas entre elas havia também um homem com cerca de 60 anos, que pretendia tirar uma 'selfie' (fotografia) e já não conseguiu passar do meio da encosta".

No local, onde o trânsito foi cortado para "evitar situações de perigo" sopram, segundo Gomes Agostinho, ventos "superiores a 100 quilómetros hora".

Apesar das condições "bastante adversas, há imensas pessoas a tentar chegar ao Farol, numa romaria que está a congestionar o trânsito nos acessos ao Sítio, numa atitude de grande risco para as pessoas que insistem em querer ver as ondas", lamentou o capitão do Porto.

As seis pessoas retiradas pela Polícia Marítima da estrada de acesso ao farol não sofreram quaisquer ferimentos.

Na vila a marginal junto à praia está encerrada ao trânsito e a barra encontra-se encerrada desde hoje de manhã.

Lusa

  • Windsurfer desafia ondas gigantes da Nazaré
    1:17

    Desporto

    Jason Polakow, praticante de windsurf em ondas grandes, esteve na Nazaré e surfou uma onda de 13 metros na Praia do Norte. O australiano, quer voltar para estabelecer um recorde mundial, e conta com a ajuda da equipa de resgate de Garrett McNamara.

  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • O que separa a Catalunha do resto de Espanha?
    2:12

    Mundo

    Desde 1640, as revoltas catalãs representam a vontade pela distância e pela independência. Numa região que não é reconhecida formalmente como Nação, na Catalunha entende-se e fala-se mais castelhano do que catalão. Mas o que realmente separa a Catalunha do resto de Espanha?

  • A corrida ao iPhone 8 no Japão, China e Austrália
    2:04
  • Óculos inteligentes permitem controlar telemóvel com o nariz
    1:05
  • Defesa de Sócrates diz que junção do caso Rio Forte à Operação Marquês é ilegal
    0:50

    Operação Marquês

    A defesa de José Sócrates diz que a junção do caso Rio Forte à Operação Marquês é ilegal. A aplicação de 900 milhões de euros da PT no BES foi anexada ao processo, por suspeita de luvas pagas por Ricardo Salgado a Zeinal Bava e Henrique Granadeiro, também arguidos. A defesa do antigo primeiro-ministro já contestou a decisão. Diz que é uma forma de confundir o processo para ocultar, mais uma vez, a falta de provas contra Sócrates.

  • Família Portugal Ramos
    15:01