sicnot

Perfil

País

Associação Portuguesa de Mulheres Juristas desagradada com juíza Joana Ferrer

A Associação Portuguesa de Mulheres Juristas emitiu hoje um comunicado de forma a demonstrar publicamente o desagrado com o comportamento da juíza que preside o processo em que Manuel Maria Carrilho é acusado de violência doméstica.

Bárbara Guimarães afirmou ao Tribunal Criminal de Lisboa que o ex-marido, Manuel Maria Carilho, "virava um monstro".

Bárbara Guimarães afirmou ao Tribunal Criminal de Lisboa que o ex-marido, Manuel Maria Carilho, "virava um monstro".

SIC

A Associação Portuguesa de Mulheres Juristas mostra-se preocupada com o modo de agir com as vítimas de violência doméstica e com a "persistência de pré-juízos fora do que é permitido pela lei".


Esta foi uma tomada de posição que surgiu depois da juíza Joana Ferrer ter dito em tribunal que "censurava" Barbara Guimarães, ex-mulher de Manuel Maria Carrilho. A apresentadora disse que em tribunal, o medo a impediu de denunciar o caso mais cedo, ao que a juíza respondeu dizendo que "devia ter feito as coisas de outra maneira".


Durante a audiência, Joana Ferrer tratou sempre a assistente apenas por Bárbara, enquanto que a Manuel Maria Carrilho tratou sempre por professor.


A Associação Portuguesa de Mulheres Juristas apela ao respeito por todos os intervenientes processuais.

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.