sicnot

Perfil

País

Circulação de comboios suspensa na linha do Vouga devido a inundação das vias

A circulação ferroviária na linha do Vouga, entre Aveiro e Eirol, encontra-se suspensa devido ao mau tempo que assolou o país no domingo, revelou hoje fonte da Infraestruturas de Portugal.

PAULO NOVAIS

De acordo com informação avançada à Lusa por fonte das Infraestruturas de Portugal, que gere a rede rodoviária e ferroviária nacional, a circulação de comboios na linha do Vouga está suspensa devido à inundação das vias.

Igualmente devido à inundação de vias, mantêm-se interrompidos os troços da linha do Norte entre Alfarelos e Taveiro (distrito de Coimbra) e na linha do Vouga, entre Aveiro e Eirol, enquanto a linha da Beira alta, entre Santa Comba Dão e Carregal do Sal, encontra-se suspensa por falta de energia.

Quanto às vias rodoviárias, e de acordo com a Infraestruturas de Portugal, encontram-se submersos o IC 3 (Itinerário Complementar da Estremadura e Ribatejo) variante da Portela, a Estrada Nacional 347 em Figueiró do Campo (freguesia do Concelho de Soure) e a EN 111 que liga a Figueira da Foz a Coimbra, em Adenia.

Também a estrada nacional 222, que liga Vila Nova de Gaia a Almendra (Vila Nova de Foz Coa), está cortada entre os quilómetros 96 e 116, junto a Resende, e a EN 308 em Amares, devido ao deslizamento de terras.

Em declarações à Lusa, Ana Portela, porta-voz da Comboios de Portugal -- CP, explicou que todas as ligações entre Lisboa e Porto estão a sofrer transtornos, dado que a ligação ferroviária entre Pombal e Coimbra está afetada, sendo que os passageiros estão a fazer o transbordo por meio rodoviário.

"Existem ainda limitações de velocidade em alguns troços e muitas perturbações, com a supressão de algumas linhas", sublinhou Ana Portela.

A Infraestruturas de Portugal, que gere a rede rodoviária e ferroviária nacional, avisa que a reposição da circulação nas estradas e nos carris submersos - troços das linhas do Norte e do Vouga - só será feita após a descida do nível das águas.

Após a descida das águas, refere o organismo, serão avaliadas as condições das infraestruturas para que possam ser realizadas as intervenções necessárias para a reativação em segurança.

As equipas de manutenção da IP estão a trabalhar em permanência no sentido de repor as condições de circulação e de segurança aos utilizadores das infraestruturas ferroviárias com a maior brevidade.

Lusa

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.