sicnot

Perfil

País

Ordem dos Médicos revela que 13% dos médicos portugueses tira licenciatura noutro país

Segundo dados hoje revelados pela Ordem dos Médicos, 13% dos médicos opta por tirar o curso de medicina fora de Portugal, sobretudo em países como Espanha ou República Checa.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Reuters Photographer / Reuter

Dos 49.152 médicos que se inscreveram na Ordem até 31 de dezembro do ano passado, 13% tirou a licenciatura fora de Portugal.

Na União Europeia (UE), as escolhas recaem sobretudo em Espanha e na República Checa, onde se formaram 888 e 284 médicos, respetivamente.

Além da UE, são escolhidos países como o Brasil, Cuba, Argentina, Angola ou Moçambique, segundo dados do Conselho Regional Sul da Ordem dos Médicos, que fez uma análise dos países em que se formam os profissionais de medicina.

"Este cenário deve fazer-nos olhar para dentro do país, nomeadamente para os programas formativos, disciplinas e mentores, mas também para fora, e perceber como melhor captar e reter talento. Estes números fazem-nos igualmente pensar que, se avançarmos com a revisão do 'numerus clausus' no país, o acesso ao ensino de medicina pode não ter restrições lá fora", refere em comunicado o presidente da Secção Regional Sul da Ordem dos Médicos, Jaime Teixeira Mendes.

Começa também a haver uma percentagem já significativa de estrangeiros que escolhem Portugal para se licenciar: 315 médicos estrangeiros optaram por Portugal como país de formatura, a maioria brasileiros (43%) ou dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (41%).

Lusa

  • Mário Centeno lidera hoje a primeira reunião do Eurogrupo
    1:56
  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

  • Quem são os arguidos da operação Fizz
    2:29

    País

    É já considerado o julgamento do ano da justiça portuguesa e o caso que está a abalar as relações entre Portugal e Angola. O processo da operação Fizz tem quatro arguidos, mas um deles, já é certo, não irá sentar-se esta segunda-feira no banco dos réus.

  • Que shutdown é este que paralisou os EUA?
    2:27
  • Casal que mantinha filhos acorrentados queria participar num reality show
    3:15
  • Quase 100 atletas testemunharam contra médico Larry Nassar
    1:38

    Desporto

    Quase 100 atletas e antigas ginastas da seleção dos Estados Unidos da América confrontaram esta semana, em tribunal, o médico Larry Nassar, acusado de assédio sexual. Em dezembro, o clínico foi condenado a 60 anos de prisão por um tribunal do Michigan, por posse de pornografia infantil.