sicnot

Perfil

País

País regressa à normalidade após o mau tempo

O mau tempo começou a aliviar a noite passada, esta manhã a situação está mais calma. O país começa a regressar à normalidade. É tempo para começar a fazer balanços aos estragos, depois da chuva intensa que caiu durante o fim de semana.

Estradas e casa inundadas devido à chuva e à subida das águas do rio Mondego, no Baixo Mondego, Coimbra.

Estradas e casa inundadas devido à chuva e à subida das águas do rio Mondego, no Baixo Mondego, Coimbra.

PAULO NOVAIS/LUSA

"Para já, mantêm-se cortadas duas estradas no município de Coimbra, em Soure e Montemor-o-Velho, devido a inundações, e também a linha ferroviária do norte, também em Coimbra. Em Penacova há também uma estada cortada devido a um desmoronamento. Mas o país está a regressar à normalidade", adiantou à Lusa fonte da Proteção Civil.

De acordo com a mesma fonte, as estradas de acesso ao maciço central da Serra da Estrela mantêm-se fechadas ao trânsito devido ao forte nevão que caiu domingo na região.

O mau tempo que atingiu este fim de semana Portugal continental, sobretudo as regiões Norte e Centro, causou a morte de um ciclista, várias inundações e quedas de árvores, interrupção de ligações ferroviárias e o encerramento de barras marítimas.

O corpo do ciclista, que foi arrastado no sábado pela enxurrada junto ao Rio Vouga, na estrada da Cambeia, Angeja, Albergaria-a-Velha, foi encontrado no domingo à tarde.

Segundo a Proteção Civil, a maioria das situações verificadas no domingo, sobretudo no norte e centro do país, fustigados por chuva intensa e vento forte, prendeu-se com inundações, quedas de árvores e infraestruturas e deslizamentos de terra.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou hoje sete distritos do continente sob Aviso Vermelho, o mais grave de uma escala de quatro, devido a agitação marítima forte.

De acordo com o instituto, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria e Lisboa estão sob Aviso Vermelho desde as 02:00 e até às 12:00 de hoje devido à previsão de agitação marítima forte, com ondas de noroeste com 7 a 8 metros, podendo atingir os 14 metros.

Estes sete distritos passam depois às 12:00 e até às 18:00 de hoje a Aviso Laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro.

O IPMA colocou também os mesmos distritos sob Aviso Amarelo devido à previsão de vento forte com rajadas da ordem dos 90 quilómetros por hora em especial no litoral e que poderão atingir os 100 quilómetros por hora nas terras altas entre as 02:00 e as 18:00 de hoje.

Já a Marinha Portuguesa fechou hoje dez barras de Portugal continental e condicionou outras duas devido à previsão de agitação marítima forte.

Segundo a Marinha portuguesa, as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Douro, Aveiro, Figueira da Foz, Nazaré e São Martinho do Porto estão hoje fechadas a toda a navegação devido à agitação marítima.

A Marinha indica também que as barras de Viana do Castelo e Faro estão fechadas a embarcações com calado inferior a 30 e 10 metros, respetivamente.

Com Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

    Em desenvolvimento

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lages
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes. Os passageiros desembarcaram, como registou no Twiiter um jornalista da Al-Jazzera que seguia a bordo. Segundo este depoimento, uma pessoa foi levada para o hospital com problemas cardíacos.

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.