sicnot

Perfil

País

Queixas por violência no namoro aumentaram quase 8% em 2015

As queixas na PSP relacionadas com violência no namoro aumentaram quase oito por cento em 2015, ano em que esta força de segurança recebeu um total de 1.680 participações, segundo dados avançados à Lusa.

SIC

Numa resposta enviada à agência Lusa, a Polícia de Segurança Pública refere que recebeu 1.680 queixas por violência no namoro em 2015, mais 130 do que em 2014, quando chegaram a esta força de segurança 1.550 participações.

Das 1.680 queixas, 963 foram feitas por ex-namorados e 717 por namorados, adianta a PSP, sublinhando que a maioria das participações (76,9%) foi apresentada pelas próprias vítimas.

Cerca de 23% das queixas foram feitas por estudantes.

A PSP destaca que as queixas relacionados com a violência no namoro têm vindo a aumentar, tendo já registado uma subida de 32% em 2014 face a 2013.

Segundo a PSP, o aumento das participações deve-se à exposição do fenómeno, sendo expectável que esta subida se prolongue nos próximos anos, embora com tendência para diminuir gradualmente.

A PSP indica ainda que 85% dos casos estão relacionados com violência psicológica e emocional e 74% com violência física.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • "Juntos por Todos" hoje no palco em Lisboa
  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.