sicnot

Perfil

País

Baixo Mondego com agricultura parada

Baixo Mondego com agricultura parada

A agricultura no Baixo Mondego está parada há pelo menos dois meses devido às cheias que levaram ao rebentamento de estradas e à erosão dos solos agrícolas.Os prejuízos das inundações vão atrasar as culturas de batata, milho e arroz.

  • Água começa a recuar no baixo Mondego
    2:40

    País

    No baixo Mondego, a água está finalmente a recuar, pelo menos na margem esquerda. A linha do norte já foi reaberta em Alfarelos e em algumas casas já foi possível começar as limpezas. Na margem direita do rio o problema mantém-se e poderá levar algumas semanas a normalizar. A hora é de fazer contas aos prejuízos.

  • Governo garante apoio financeiro para agricultores afetados pelo mau tempo
    0:29

    País

    O ministro da Agricultura garante que vai haver ajudas financeiras para os agricultores afetados pelo mau tempo do último fim-de-semana. Em Bruxelas, à margem de uma reunião com os ministros da Agricultura da União Europeia, Capoulas Santos garantiu que o levantamento dos prejuízos já está a ser feito e que haverá soluções financeiras que permitam minimizar os prejuízos dos agricultores. O ministro visita esta terça-feira o Douro e o Baixo Mondego, duas das regiões mais afetadas pelo mau tempo. Capoulas Santos garante que a ajuda financeira aos agricultores vai chegar a curto prazo e não representa um encargo extra para o Estado.

  • Circulação ferroviária continua cortada junto a Coimbra
    2:03

    País

    No concelho de Montemor-o-Velho ainda são visíveis os efeitos do mau tempo do fim de semana. Há várias estradas cortadas e a circulação de comboios entre Granja do Ulmeiro e Coimbra permanece suspensa. O caudal do Rio Mondego começa lentamente a regressar aos níveis considerados normais, como relata o repórter da SIC Miguel Ângelo Marques.

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC