sicnot

Perfil

País

SEF desmantela rede de casamento por conveniência no Norte

O Serviços de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) divulgou hoje ter desmantelado uma rede que se dedicava a promover casamentos por conveniência entre cidadãos estrangeiros e mulheres recrutadas no Grande Porto e Braga.

De acordo com o SEF, estas mulheres terão aceitado casar com cidadãos estrangeiros a troco de dinheiro.

De acordo com o SEF, estas mulheres terão aceitado casar com cidadãos estrangeiros a troco de dinheiro.

SIC

"O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras desmantelou uma rede com ligações internacionais que se dedicava a promover casamentos de conveniência entre noivas que recrutava em Portugal e cidadãos nacionais de países terceiros que conseguiam assim ludibriar as autoridades entrando e permanecendo em solo europeu de forma aparentemente legal", explica o SEF em comunicado.

Durante a operação, denominada "Zebra", foram detidos quatro homens suspeitos pelos crimes de casamento de conveniência e de auxílio à imigração ilegal, em cumprimento de mandados de detenção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP).

Foram igualmente constituídas arguidas quatro mulheres portuguesas, com idades entre os 20 e os 30 anos que o SEF identificou como noivas de conveniência.

De acordo com o SEF, estas mulheres terão aceitado casar com cidadãos estrangeiros a troco de dinheiro.

"Mulheres com especiais carências económicas eram aliás o alvo preferencial da organização que as recrutava em bairros do Grande Porto e da cidade de Braga, locais que foram palco desta ação policial", revela.

Na operação Zebra, que envolveu 68 inspetores do SEF de todo o país, foram ainda apreendidos bilhetes de avião, passaportes e transferências internacionais de dinheiro, considerados como "prova documental dos crimes praticados pelos agora arguidos".

Os quatro detidos serão presentes quinta-feira no Tribunal de Braga para primeiro interrogatório judicial.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.