sicnot

Perfil

País

Pode haver crime na divulgação dos depoimentos do filho de Bárbara e Carrilho

A Procuradora-Geral da República entende que pode ter sido cometido um crime na divulgação, por algumas revistas, de parte dos depoimentos do filho de Bárbara Guimarães e Manuel Maria Carrilho.

Bárbara Guimarães afirmou ao Tribunal Criminal de Lisboa que o ex-marido, Manuel Maria Carilho, "virava um monstro".

Bárbara Guimarães afirmou ao Tribunal Criminal de Lisboa que o ex-marido, Manuel Maria Carilho, "virava um monstro".

SIC

A criança, de 12 anos, foi ouvida no âmbito do processo de regulação do poder paternal. Algumas das afirmações que terá feito acabaram por ser capas de revistas.

O processo não está salvaguardado pelo segredo de Justiça, mas pode estar em causa um crime de desobediência, porque as publicações identificaram a criança.

Joana Marques Vidal ordenou que fossem enviadas cópias dos artigos publicados para o Departamento de Investigação e Ação Penal e também para a Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

  • Fogo em Setúbal dominado
    2:31

    País

    O incêndio que deflagrou na terça-feira em Setúbal está dominado. As chamas chegaram a ameaçar as casas, o que obrigou à retirada de cerca de 500 pessoas das habitações, como medida de precaução. Também o Hotel do Sado teve de ser evacuado.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.