sicnot

Perfil

País

Aeroporto da Madeira condicionado devido ao mau tempo

Um voo proveniente do Porto, que deveria aterrar hoje à tarde na Madeira, divergiu para a ilha do Porto Santo, e outro, oriundo de Lisboa, foi forçado a regressar ao local de origem, informou fonte do aeroporto.

(Arquivo Lusa)

(Arquivo Lusa)

HOMEM DE GOUVEIA

As ocorrências resultam do mau tempo que se faz sentir no arquipélago da Madeira, particularmente na zona do aeroporto, concelho de Santa Cruz.

O voo da Transavia oriundo do Porto teve rumar à ilha do Porto Santo, onde aterrou cerca das 16:00 horas. Por outro lado, o voo da TAP das 17:10, proveniente de Lisboa, voltou para trás.

Já esta manhã três voos tinham divergido para Faro e Lisboa devido à intensidade do vento, situação que deverá manter-se até sábado, segundo fonte do aeroporto.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou as ilhas da Madeira e do Porto Santo sob aviso laranja - o segundo mais grave de uma escala de quatro - até às 21:00 de hoje, passando a amarelo (o grau abaixo) até ao meio-dia de sábado, devido a vento muito forte, com previsões de rajadas na ordem dos 120 quilómetros/hora.

O mesmo aviso foi lançado para a costa, devido a agitação marítima, até à meia-noite de hoje, já que as ondas de noroeste deverão rondar os 5,5 metros.

As previsões do IPMA apontam ainda para queda de neve nos pontos altos da Madeira, acima dos 1.400 metros.

Lusa

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC