sicnot

Perfil

País

Ferro Rodrigues diz que Marcelo traz um clima mais dialogante

O presidente do Assembleia da República defendeu esta sexta-feira que a eleição do novo Presidente da República trouxe um clima «menos tenso e mais dialogante» e as mudanças de liderança e de posicionamento ideológico à direita prenunciam «um novo tempo político».

Nenhum dos dois prestou declarações aos jornalistas no início nem no final deste encontro.

Nenhum dos dois prestou declarações aos jornalistas no início nem no final deste encontro.

Lusa

«A eleição do novo Presidente da República, a forma como decorreu a campanha, as primeiras palavras e os primeiros gestos do Presidente eleito são um bom indicador de que voltaremos em breve a ter um clima político menos tenso e mais dialogante entre todos os principais órgãos de soberania», afirmou Eduardo Ferro Rodrigues.

Num discurso num jantar no âmbito das jornadas parlamentares do PS, em Vila Real, Ferro Rodrigues alertou também que «o sucesso das novas formas políticas está indissociável do sucesso da execução orçamental», sublinhando que os portugueses e a União Europeia estão atentos e «responsabilidade é a palavra-chave».

O presidente da Assembleia da República começou por afirmar que «há mesmo um tempo novo pela frente», com a inclusão de Bloco de Esquerda, PCP e PEV no suporte ao Governo, para depois sublinhar que o que vê «na nova dialética parlamentar não é apenas um confronto de esquerda versus direita, essa combinação prevalecerá na proposta de Orçamento do Estado, mas há várias combinações possíveis».

«Vimos isso já no Orçamento retificativo apresentado após a venda e resolução do BANIF e vamos ver isso certamente em matérias de política externa, soberania, segurança e defesa ou outras. Estou aliás convencido que as mudanças de liderança e as mudanças de posicionamento ideológico anunciadas do lado direito do hemiciclo são o prenúncio que vem aí um novo tempo político e que veio para ficar», sustentou.

O CDS-PP prepara-se para mudar de liderança, num congresso em que Assunção Cristas é até ao momento a única candidata a suceder a Paulo Portas, e Pedro Passos Coelho é recandidato à presidência do PSD com o lema »social-democracia, sempre».

«Ninguém entenderia uma atitude de tensão institucional permanente. A democracia vive de confronto mas não dispensa a lealdade entre adversários e isso tem de ser interiorizado por todos», declarou.

O presidente da Assembleia defendeu que o país precisa de mais diálogo entre órgãos de soberania para a resolução dos seus «problemas estruturais», a maioria dos quais não têm uma solução que possa ser praticada no tempo de uma legislatura.

«O Presidente da República eleito por sufrágio universal tem o poder da palavra e da influência. Quando consegue estar bem sintonizado com o povo pode ser um mobilizador de energias e contribuir para as convergências estratégicas necessárias», sustentou.

Lusa

  • Paulo Fonseca e Paulo Sousa fora da Liga Europa

    Liga Europa

    A segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa ficou marcada pelas eliminações de duas equipas treinadas por portugueses: a Fiorentina de Paulo Sousa e o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca. Paulo Bento, no Olympiacos, e José Mourinho, no Manchester United, são os únicos técnicos lusos ainda em competição. Noutros jogos, destaque para os afastamentos do Tottenham e do Zenit. Veja aqui os resumos de todos os encontros desta noite europeia. O sorteio dos oitavos-de-final está agendado para esta sexta-feira, às 12h00, hora de Lisboa.

  • "Não preciso de ajustar contas com ninguém"
    0:49

    País

    O ex-Presidente da República insiste que José Sócrates foi desleal durante as negociações do Orçamento do Estado para 2011. Numa entrevista dada à RTP1, Cavaco Silva esclareceu ainda que não escreveu o livro de memórias para ajustar contas com o ex-primeiro-ministro.

  • Sócrates em processo judicial surpreende Cavaco
    0:18

    País

    Cavaco Silva afirmou ter ficado surpreendido com o envolvimento de José Sócrates num processo judicial. Em entrevista à RTP1 o ex-Presidente da República diz que nunca se apercebeu de qualquer "atuação legalmente menos correta" da parte de Sócrates.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28
  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.

  • Secretário da Segurança Interna dos EUA desmente Donald Trump

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou esta quinta-feira que os esforços do seu Governo para expulsar alguns imigrantes ilegais dos Estados Unidos "são uma operação militar", afirmação contrariada pelo seu secretário da Segurança Nacional no México.