sicnot

Perfil

País

O mais visto da semana em sicnoticias.sapo.pt

O mais visto da semana em sicnoticias.sapo.pt

As cheias no norte e centro fotografadas pelos espectadores, a falta de calma do Papa Francisco, o abandono de uma conferência de imprensa por parte de Cristiano Ronaldo e a tragédia no Tejo foram algumas das notícias mais clicadas no site da SIC Notícias durante esta semana. Veja aqui se lhe escapou alguma coisa.

  • Papa Francisco perde a calma
    0:15

    Mundo

    Não é habitual ver um Papa a perder a calma. Sobretudo Francisco conhecido por ser bem disposto e muito tranquilo. Mas aconteceu em Morelia, no México. Francisco cumprimentava a plateia quando foi abruptamente puxado. Não fossem os seguranças, teria caído ao chão. O Papa não gostou. Arregalou os olhos e deu um ralhete ao admirador. Veja as imagens.

  • Tragédia no Rio Tejo: os factos
    2:58

    Tragédia no Tejo

    O alerta para o desaparecimento das crianças no rio Tejo foi dado pela própria mãe, quando foi encontrada em choque e em estado de hipotermia, na noite de segunda-feira. Explicou que tinham caído as três à água, na zona de Caxias, mas as autoridades começaram, de imediato, a investigar uma possível tentativa de suicídio.

  • Economia portuguesa a crescer
    2:26
  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Viver em Évora
    5:11
  • Ano letivo "de uma maneira geral começou bem"

    País

    O Presidente da República considerou esta sexta-feira que o ano letivo "de uma maneira geral começou bem" e defendeu a possibilidade serem feitas "correções" a situações "injustas ou discutíveis" entre os concursos que se realizam de quatro em quatro anos.