sicnot

Perfil

País

Associação 25 Abril volta a marcar presença na sessão solene no parlamento

A Associação 25 de Abril vai participar nas comemorações dos 42 anos da Revolução dos Cravos na Assembleia da República, pondo fim a uma ausência de quatro anos, disse hoje o presidente da instituição, Vasco Lourenço.

(Lusa Arquivo)

(Lusa Arquivo)

LUSA

No final de um almoço com o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, o tenente-coronel Vasco Lourenço disse que foi convidado "pelo velho amigo" a participar nas comemorações no parlamento e que respondeu que a Associação marcaria presença.

"Em relação às comemorações do 42.º aniversário do 25 de Abril, ele informou-me que nos vai fazer o convite e eu informei-o que cá estaremos", afirmou, em declarações à agência Lusa, justificando que "deixaram de existir" as razões que levaram a associação a faltar, durante os quatro anos da legislatura anterior, à sessão solene no parlamento.

"Havia uma prática política, quer do Presidente da República, quer do governo, quer da maioria da Assembleia da República, contra os valores de Abril em que se estava a tentar destruir tudo aquilo que cheirava a Abril. Consideramos que era uma hipocrisia estar aqui a evocar o 25 de Abril juntamente com as pessoas que estavam a proceder dessa maneira", declarou.

No contexto atual, com um novo governo, uma nova Assembleia da República e um outro Presidente da República, disse, a Associação 25 de Abril dá "o benefício da dúvida" e está "esperançada em que a situação melhore".

Vasco Lourenço acrescentou que manifestou ao presidente da AR a disponibilidade da associação para participar nas comemorações dos 40 anos da aprovação da Constituição da República Portuguesa, "a conquista maior que resultou do 25 de Abril apesar das sete revisões a que já foi sujeita".

Lusa

  • Sismo abala centro de Itália

    Mundo

    A capital da Itália foi esta manhã sacudida por três sismos em apenas uma hora, de entre 5,3 e 5,7 na escala de Richter, não havendo até ao momento registo de vítimas.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".