sicnot

Perfil

País

Marcelo convida tenente-general João Carvalho Cordeiro para chefe da Casa Militar

O Presidente da República eleito, Marcelo Rebelo de Sousa, convidou para chefe da Casa Militar o tenente-general João Luís Ramirez de Carvalho Cordeiro, anunciou hoje o gabinete do próprio em comunicado.

© Rafael Marchante / Reuters

No texto enviado à agência Lusa refere-se que este oficial da Força Aérea "tem um longo percurso ao serviço das Forças Armadas portuguesas".

"Entre muitos outros postos, foi Comandante da Academia da Força Aérea e, desde julho de 2013, Chefe da Missão Militar junto da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) e da União Europeia, em Bruxelas", refere ainda o texto enviado pelo gabinete do Presidente eleito.

João Carvalho Cordeiro, de 57 anos, entrou para a Academia Militar em novembro de 1977.

Concluiu o 'brevet' de piloto aviador na Base Aérea de Reese, nos Estados Unidos da América, em junho de 1983.

Após regressar dos Estados Unidos, foi colocado na Base do Montijo, onde obteve todas as qualificações possíveis nos caças Fiat G-91, um avião de caça ao serviço da Força Aérea até ao início dos anos 90 do século passado.

Lusa

  • O dia em que o Brexit começa
    1:25

    Brexit

    A primeira-ministra britânica já assinou a carta que vai enviar ao Conselho Europeu para formalizar a vontade do Reino Unido de sair da União Europeia. O artigo 50.º do Tratado de Lisboa será ativado nas próximas horas. Na véspera, Theresa May recebeu da Escócia um novo contratempo político.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Governo vai dar mais meios à investigação criminal
    2:34

    País

    A ministra da Justiça garante que o Governo vai dar mais meios à investigação criminal, mas assegura que não vai mexer nos prazos dos inquéritos. A questão tem sido insistentemente levantada pela defesa de José Sócrates, que se queixa de que a Operação Marquês já ultrapassou todos os prazos.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.