sicnot

Perfil

País

PAN pede bem-estar de pessoas e animais no longo prazo e Costa mostra "abertura"

O PAN apelou hoje ao Governo para incluir no Orçamento para 2016 "estratégias que tenham impacto a longo prazo no bem-estar de pessoas e de animais", tendo o primeiro-ministro manifestado "interesse e abertura" para acolher as propostas do PAN.

Pessoas, Animais e Natureza (PAN), representado pelo deputado André Silva.

Pessoas, Animais e Natureza (PAN), representado pelo deputado André Silva.

ANT\303\223NIO COTRIM

O deputado do Partido Pessoas Animais Natureza (PAN), André Silva, falava hoje no plenário da Assembleia da República, durante o debate da generalidade do Orçamento do Estado para 2016 (OE2016) disse que o Governo "procura devolver algum rendimento às famílias", uma vez que "a opção pela procura de receita através de impostos indiretos permite às famílias não serem diretamente atingidas nos seus rendimentos".

"Não verificamos, no entanto, estratégias que tenham um impacto a longo prazo no bem-estar de pessoas e animais e na salvaguarda da natureza. Acreditamos que existem diversos aspetos a melhorar", apontou André Silva.

O deputado do PAN defendeu a promoção de "uma alimentação mais correta" como medida de melhoria da saúde da população, considerando que, desta forma, haverá "menos doentes, menos medicamentos e menos despesa, logo, um Serviço Nacional de Saúde (SNS) mais sustentável".

André Silva falou também dos animais de companhia, que "representam um encargo relevante para muitas famílias portuguesas, sobretudo nas indispensáveis despesas médico-veterinárias", considerando "fundamental assegurar um benefício que permita um acesso menos dispendioso a este tipo de tratamentos", uma proposta com que o PAN irá avançar.

Na resposta, o primeiro-ministro, António Costa, disse que o Governo "não pode transpor para o Orçamento todas as suas preocupações" e concordou que "a necessidade da promoção da saúde passa também pela qualidade da alimentação".

António Costa afirmou também que o seu executivo "fez opções", nomeadamente quanto à tributação de veículos, em sede de Imposto sobre Veículos (ISV), as quais atestam "a visão do Governo sobre a sustentabilidade ambiental".

O primeiro-ministro disse ainda que terá "interesse e abertura" para analisar as propostas apresentadas pelo PAN, incluindo as relativas aos animais de companhia.

"Temos interesse e a maior abertura em relação às propostas que o PAN vier a apresentar, nomeadamente as propostas relativas à qualidade da vida animal, que não ignoramos. No nosso mundo há várias peças e o convívio com os animais é algo que devemos valorizar e acarinhar, em particular numa sociedade envelhecida e com elevados índices de solidão", assegurou António Costa.

Lusa

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.