sicnot

Perfil

País

Acidente com autocarro em Viana do Castelo causa 4 feridos ligeiros e 1 grave

Uma colisão envolvendo um autocarro e dois veículos ligeiros, na Estrada Nacional (EN) 13, em Carreço, Viana do Castelo provocou hoje cinco feridos, um dos com quais gravidade, informou fonte da GNR.

Google Maps

Segundo a fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo, o ferido grave é o condutor de um veículo ligeiro de mercadorias e os quatro feridos são dois condutores de outras viaturas envolvidas no acidente e duas mulheres que viajavam no pesado de passageiros.

A mesma fonte adiantou que a colisão ocorreu às 7:40, ao quilómetro 66 da Estrada Nacional 13, na freguesia de Carreço, no sentido Viana do Castelo/Caminha.

"O trânsito está parcialmente cortado. A circulação automóvel está a fazer-se de forma alternada", explicou a fonte da GNR.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo, para o local foram destacados três ambulâncias e um veículo desencarcerador dos bombeiros municipais de Viana do Castelo, além de elementos da GNR.

Lusa

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.