sicnot

Perfil

País

Procurador Orlando de Jesus Figueira fica em prisão preventiva

Procurador Orlando de Jesus Figueira fica em prisão preventiva

O procurador Orlando Figueira vai ficar em prisão preventiva e seguiu já esta noite para a cadeira de Évora. A juíza que o ouviu durante a tarde de ontem e todo o dia de hoje decidiu assim aplicar a medida de coação mais gravosa. Em comunicado, o tribunal justifica a decisão com a existência de perigo de perturbação da ordem e tranquilidade, perturbação no decurso do inquérito e risco de fuga.

Orlando de Jesus Figueira foi considerado fortemente indiciado dos crime de corrupção passiva na forma agravada, falsidade informática e branqueamento de capitais. À saída do Campus de Justiça, em Lisboa, Paulo Sá e Cunha, o advogado do procurador mostrava-se satisfeito com o tempo concedido para a consulta do processo mas não disse uma palavra sobre se vai ou não recorrer.

  • Advogado do procurador detido por corrupção diz que o interrogatório é para continuar
    0:15

    País

    O interrogatório judicial ao procurador do Ministério Público detido por suspeitas de corrupção, num caso em que segundo a investigação favoreceu o número dois do regime de Angola. Orlando Figueira foi ouvido esta noite, mas a audição foi interrompida e será retomada esta quinta-feira de manhã. O advogado de Paulo Sá e Cunha apenas afirmou aos jornalistas que o interrogatório é para continuar.

  • Interrogatório ao procurador Orlando Figueira retomado hoje
    2:11

    País

    O procurador do Ministério Público detido por suspeitas de ter favorecido o vice-presidente de Angola continua a ser ouvido hoje. O interrogatório foi suspenso pouco depois das 23:00. Orlando Figueira é para já o principal visado neste processo que tem o nome Fizz. Quanto ao governo de Luanda, ainda não reagiu às notícias.

  • Procurador suspeito de corrupção interrogado
    1:50

    País

    O vice-presidente angolano está indiciado por corrupção em Portugal, no caso que levou à detenção de um procurador do Ministério Público. Até agora não houve qualquer reação do Governo de Luanda em relação a estas suspeitas sobre Manuel Vicente. Quanto ao homem que terá corrompido, o magistrado Orlando Figueira, detido na terça-feira, está hoje a ser interrogado por uma juíza de instrução criminal.

  • Orlando Figueira conhece hoje medidas de coação
    1:25

    País

    Já terminou o primeiro interrogatório judicial ao procurador do Ministério Público, suspeito de corrupção. As medidas de coação serão conhecidas ainda hoje. Sabe-se entretanto que o processo terá mais arguidos, três deles com ligações a Manuel Vicente, o vice-presidente de Angola.

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52