sicnot

Perfil

País

Acidente faz 5 feridos e corta estrada entre Tavira e Messines

A Estrada Nacional 270 (EN270), que liga Tavira a São Bartolomeu de Messines, foi cortada ao trânsito, cerca das 16:30, nos dois sentidos devido a um acidente rodoviário que provocou cinco feridos.

Segundo informação dada à Lusa por fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro, o corte deveu-se a uma colisão entre dois veículos ligeiros, na zona da Fonte da Murta, no concelho de São Brás de Alportel.

Às 18:30 a estrada ainda estava cortada, precisou a fonte do CDOS.

No local, a prestar assistência, estão elementos da GNR, de corporações de bombeiros de São Brás de Alportel e de Loulé e do Instituto Nacional de Emergência Médica, num total de 21 operacionais.

A mesma fonte disse ainda que o alerta foi dado cerca das 16:35 e que os feridos foram transportados pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) para o Hospital de Faro, mas sem conseguir precisar o seu estado de gravidade.

A Lusa tentou contactar o INEM e a GNR para saber mais detalhes sobre acidente e o estado dos feridos, mas sem sucesso.

Lusa

  • Portugal vai fechar fronteiras durante a visita do Papa

    País

    O Conselho de Ministros aprovou hoje a reposição temporária do controlo de fronteiras durante a visita do papa Francisco em maio a Fátima. A reposição do controlo de fronteiras decorrerá entre 00:00 de 10 de maio e as 00:00 de 14 de maio.

  • "Civis devem ser prioridade absoluta no Iraque", diz Guterres

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, chegou hoje ao Iraque para abordar a situação da ajuda humanitária, e pediu que a proteção dos civis seja a "prioridade absoluta" à medida que as forças iraquianas batalham para retomar Mossul.

  • Fomos conhecer o novo Samsung S8
    1:42
  • E depois do Brexit?
    3:42
  • Britânicos a viver no Algarve falam em desilusão
    2:32

    Brexit

    Para muitos dos britânicos que vivem no Algarve, o Brexit é a confirmação de que o resultado surpreendente do referendo não tem retorno. Certificados de residência e até a dupla nacionalidade são questões que a partir de agora passam a estar em cima da mesa.