sicnot

Perfil

País

Perto de 40 mil apanhados a conduzir com excesso de álcool em 2015

Perto de 40.000 condutores foram apanhados com excesso de álcool pela GNR em 2015, sendo que 11.249 incorrerem em crime devido à elevada taxa de alcoolemia, indicou hoje a corporação.

LUSA/ ARQUIVO

Os dados foram divulgados pela Guarda Nacional Republicana, numa altura em que realiza mais uma vez a operação "Baco" de fiscalização à condução sob influência do álcool e drogas.

A GNR detetou 39.916 condutores com excesso de álcool em 2015, mais 3.448 (9,4 por cento) do que em 2014, quando foram apanhados 36.468 automobilistas.

Dos 39.916 condutores detetados com álcool no ano passado, 28.667 incorrem numa contraordenação e 11.249 num crime, uma vez que apresentaram uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 gramas por litro, segundo aquela força de segurança.

O maior número de condutores registados pela GNR com excesso de álcool em 2015 verificou-se em Braga (3.633), Aveiro (3.435) e Faro (3.132).

Por sua vez, Portalegre foi o distrito onde a GNR apanhou menos condutores com álcool (374).

A Guarda Nacional Republicana vai intensificar, no sábado e domingo, a fiscalização da condução sob influência de álcool e de substâncias psicotrópicas.

Num comunicado, a corporação adianta que as ações de fiscalização vão ser direcionadas para as vias onde as infrações por excesso de álcool são mais frequentes e dão origem a um risco acrescido de acidentes de viação, sobretudo estradas nacionais, regionais e municipais de acesso a estabelecimentos de diversão noturna.

Lusa

  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01
  • Seis meses depois da tragédia de Pedrógão Grande
    5:55

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Assinalou-se este domingo meio ano desde que o país ficou em choque com o rasto de morte e destruição causado pelos incêndios florestais na região centro. A tragédia de Pedrogão Grande foi há precisamente seis meses. Enquanto segue a reconstrução no tempo possível e com o Natal à porta, a vida prossegue, mas não voltará a ser mesma.

  • A inédita entrevista do príncipe Harry a Barack Obama
    0:47

    Mundo

    Foi divulgado um vídeo pouco habitual em que aparece o príncipe Harry a entrevistar Barack Obama para um programa de rádio. A conversa foi gravada em setembro, durante um evento desportivo para militares com deficiência, e será transmitida na íntegra no dia 27 de dezembro.