sicnot

Perfil

País

Tribunal adia acórdão de Manuel Godinho em terceiro processo de corrupção

O Tribunal de Aveiro adiou hoje a leitura do acórdão do julgamento em que Manuel Godinho, principal arguido do caso "Face Oculta", é acusado de corromper um fiscal do ambiente, devido a uma alteração não substancial dos factos.

Arquivo LUSA

Além de Manuel Godinho, este processo, que resultou de uma certidão extraída do caso "Face Oculta", tem mais dois arguidos, nomeadamente a então secretária pessoal do sucateiro e um vigilante da natureza da Administração da Região Hidrográfica do Centro.

A juíza-presidente marcou para 10 de março uma nova sessão de julgamento, já que um dos dois advogados de defesa pediu prazo para se pronunciar sobre estas alterações.

O defensor de Manuel Godinho prescindiu do prazo, mas opôs-se às referidas alterações, por entender que as mesmas são "substanciais", introduzindo novos factos que não constavam da acusação.

Segundo Artur Marques, esta decisão "desrespeita" o acórdão da Relação do Porto", que ordenou a repetição do julgamento, e "ofende caso julgado".

"Isto é a crónica de uma morte anunciada", disse aos jornalistas o advogado, antecipando uma condenação dos arguidos, que tinham sido absolvidos num primeiro julgamento, em 2013.

O sucateiro de Ovar, que há um mês não compareceu no Tribunal de Aveiro para as alegações finais por se encontrar ausente no Brasil, desta vez marcou presença mas não prestou declarações aos jornalistas.

Os factos remontam a 2009, quando Manuel Godinho terá mandado a sua então secretária pessoal entregar 2.500 euros a um vigilante da natureza da Administração da Região Hidrográfica do Centro, para evitar a fiscalização de uma extração ilegal de areias na "Quinta dos Ananases", de que é proprietário.

Durante o julgamento, os três arguidos remeteram-se ao silêncio.

Em setembro de 2014, Manuel Godinho foi condenado no âmbito do processo "Face Oculta" a uma pena única de 17 anos e meio de prisão, em cúmulo jurídico, por 49 crimes de associação criminosa, corrupção, tráfico de influência, furto qualificado, burla, falsificação e perturbação de arrematação pública.

Além da pena de prisão, o sucateiro foi condenado a pagar solidariamente com outros arguidos 1,2 milhões de euros à antiga Rede Ferroviária Nacional (Refer), à Redes Energéticas Nacionais (REN) e à Petrogal.

Mais recentemente, no passado mês de novembro, foi condenado a mais dois anos e meio de prisão efetiva, por subornar um ex-funcionário da antiga Rede Ferroviária Nacional (Refer), também condenado no mesmo processo.

O empresário de Ovar, que aguarda em liberdade o desfecho dos recursos dos dois acórdãos interpostos pela sua defesa, foi declarado insolvente no início deste ano.

JLusa

  • Senegal surpreende e vence a Polónia por 2-1

    Mundial 2018 / Polónia

    O Senegal venceu hoje a Polónia por 2-1 num jogo a contar para o grupo H do Mundial da Rússia. Na primeira parte, os "leões de Teranga" beneficiaram de um golo na própria baliza marcado por Thiago Cionek aos 37 minutos. A vantagem no marcador veio trazer estabilidade ao Senegal que conseguiu firmar a superioridade com um golo de M´Baye Niang aos 60 minutos. Perto do final do jogo, o polaco Grzeg Krychowiak marcou na baliza de Khadim N'Diaye, mas foi insuficiente para derrotar o Senegal.

  • Japão ganha nova esperança ao derrotar a Colômbia (2-1)

    Mundial 2018 / Colômbia

    No primeiro jogo do grupo H, a Colômbia foi derrotada pelo Japão. Um dos momentos altos do jogo aconteceu logo ao minuto 4 quando, na sequência de uma falta de Carlos Sanchez, o árbitro assinalou um penálti a favor da equipa japonesa. O colombiano levou um cartão vermelho, depois de ter intercetado um remate do Japão com a mão. Apesar da desvantagem numérica, a Colômbia iguala o marcador aos 39 minutos com um livre de Quintero. Contudo, Yuya Osako colocou o Japão novamente em vantagem aos 73 min.

  • Achilles, o gato que adivinha os resultados do Mundial
    0:44

    Desporto

    Depois do polvo Paul no Mundial de 2010 e do elefante Zella no Europeu de 2016, este ano, o gato Achilles é o adivinho dos jogos do Mundial na Rússia. O felino acertou na vitória da Rússia frente à Arábia Saudita e já fez a aposta para a partida entre os russos e o Egipto, que decorre esta terça-feira, a partir das 19:00.

  • Hospitais públicos à beira da rutura
    2:28
  • Repitam comigo: Portugal vai ser campeão do Mundo
    4:56
  • OMS inclui dependência dos videojogos na lista de doenças mentais

    Mundo

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) incluiu a dependência de videojogos na lista de doenças mentais, uma possibilidade que tinha sido prevista no início do ano e que foi anunciada esta segunda-feira. Este pode ser mais um argumento para os pais limitarem o tempo de acesso dos filhos às consolas, computadores e todos os dispositivos com videojogos.

    SIC

  • "Estou a ser posta porta fora (...) faço o que vocês me disserem"
    2:43
  • Morreu o orangotango mais velho do mundo

    Mundo

    O orangotango mais velho do mundo morreu aos 62 anos no jardim zoológico de Perth, no norte da Austrália, deixando 54 descendentes, anunciou esta terça-feira a instituição.

  • Milionários aumentam... e as suas fortunas também

    Mundo

    O número de milionários mundiais cresceu em 2017 e o seu nível de riqueza aumentou pelo sexto ano consecutivo, ultrapassando pela primeira vez os 70 biliões de dólares (60,5 biliões de euros), segundo um estudo divulgado esta terça-feira.