sicnot

Perfil

País

Rússia faz voos de observação sobre Portugal e Espanha

Inspetores russos vão fazer voos de observação sobre o território de Portugal e Espanha ao abrigo do Tratado sobre o Regime de Céu Aberto, informou um alto responsável do Ministério da Defesa russo.

reuters

"Os voos de vigilância, com uma distância máxima de até 1.200 e 1.800 quilómetros respetivamente, serão realizados entre 29 de fevereiro e 03 de março de 2016, a partir do aeroporto de Lisboa e da Base Aérea de Getafe [Espanha]", disse Sergey Ryzhkov, chefe do Centro Nacional de Redução de Risco Nuclear, do ministério russo.

Citado pela agência russa TASS, o responsável acrescentou que os voos, a bordo de um An-30B, serão realizados numa rota acordada e especialistas italianos a bordo irão controlar o uso de equipamento de vigilância e a observação das disposições do tratado.

Estes serão o quarto e o quinto voos de observação realizados pela Rússia sobre os territórios de Estados-membros do Tratado sobre o Regime de Céu Aberto em 2016.

O Tratado sobre o Regime de Céu Aberto foi assinado em 1992 e tem 34 Estados-membros. Entrou em vigor em 2002. Os voos de vigilância são realizados sobre a Rússia, os Estados Unidos, o Canadá e os países europeus.

Os principais objetivos do tratado são promover a transparência, monitorizar o cumprimento dos acordos de controlo de armas e a expansão das capacidades para prevenir crises no quadro da Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE) e outras organizações internacionais.

  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.