sicnot

Perfil

País

Armazenamento de água subiu em fevereiro

A quantidade de água armazenada em fevereiro em Portugal continental subiu em 10 bacias hidrográficas e desceu em duas, relativamente ao mês anterior, de acordo com o Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos (SNIRH).

© Rafael Marchante / Reuters

Segundo o boletim de armazenamento de albufeiras do SNIRH, hoje divulgado, no último dia do mês de fevereiro, comparativamente a igual período do mês anterior, das 56 albufeiras monitorizadas, 24 apresentam disponibilidades hídricas superiores a 80% do volume total e quatro têm disponibilidades inferiores a 40%.

Os níveis mais elevados de armazenamento de água em fevereiro de 2016 ocorreram nas bacias do Ave (95,7%), Tejo (91,2%), Cávado (90,5%), Douro (84,6%), Lima (83,9%), Barlavento (78,7%), Guadiana (76,5%), Mira (74,1%), Mondego (70,2%), Oeste (63,4%), Arade (55,7%) e Sado (42,9%).

O SNIRH indica que os armazenamentos de fevereiro de 2016, por bacia hidrográfica, apresentaram-se superiores às médias dos valores do mesmo mês nos períodos de 1990/91 a 2014/15, exceto para as bacias do Mondego, Ribeiras do Oeste, Sado, Guadiana, Mira e Ribeiras do Algarve.

A cada bacia hidrográfica pode corresponder mais do que uma albufeira, segundo o SNIRH.

Lusa

  • As cheias em Coimbra, uma semana depois
    2:35

    País

    Uma semana depois de a água ter invadido casas, estradas e campos agrícolas no Baixo Mondego, o tempo é de limpezas e fazer contas aos prejuízos. Ainda há locais onde a água se mantém mas agora em menor quantidade. No espaço de um mês por duas vezes as pessoas viram os bens ameaçados.

  • Hospitais vão ser penalizados se não cumprirem tempos de espera
    2:37

    País

    O Ministério da Saúde vai penalizar os hospitais que não cumprem os tempos de espera nas urgências e que tenham taxas elevadas de cesarianas. O novo modelo de financiamento prevê ainda linhas de financiamento próprio para a obesidade e rastreios do cancro do cólon e do colo do útero.

  • Assédio, até onde vai a tolerância?
    35:26