sicnot

Perfil

País

PSD diz que PS age como se fosse "o dono disto tudo"

PSD diz que PS age como se fosse "o dono disto tudo"

O PS rejeita as acusações de tentativa de controlo da máquina do Estado com a nomeação para o Centro cultural de Belém. A oposição acusa o Governo socialista de agir "como se fosse dono disto tudo". Estas são as reações à demissão de António Lamas da presidência do Centro Cultural de Belém por decisão do ministro da Cultura que acabou por nomear Elísio Summavielle para o cargo.

  • PSD contesta exoneração de António Lamas
    1:25

    Cultura

    O PSD acusa o Governo de ser "uma espécie de dono disto tudo". É a reação dos sociais-democratas à demissão de António Lamas da presidência do Centro Cultural de Belém (CCB). A exoneração foi decidida pelo ministro da Cultura João Soares, que nomeou Elísio Summavielle para o cargo. O deputado Sérgio Azevedo diz que é uma mudança sem justificação e que mostra a forma autoritária e aerrogante como o Governo está a usar o aparelho do Estado.

  • BE critica processo de substituição do presidente do CCB
    1:10

    Cultura

    O Bloco de Esquerda entende que não é aceitável que se mantenham as regras do PSD de nomear direções de organismos públicos. Na resposta à demissão de António Lamas da presidência do Centro Cultural de Belém, o deputado do BE José Soeiro disse que a melhor opção para estes casos são concursos públicos internacionais. Acrescentou ainda que a capacidade do PSD para criticar a ação do Governo é absolutamente nula.

  • PS rejeita acusações na substituição do presidente do CCB
    1:20

    Cultura

    O PS rejeita as acusações de tentativa de controlo da máquina do Estado, com a nomeação para o CCB e sublinha que o que houve foi uma "desadequação da estratégia", em relação aos planos, quer Ministério da Cultura, quer da Câmara Municipal de Lisboa. A oposição acusa o o governo socialista de agir "como se fosse dono disto tudo". São as reações à demissão de António Lamas da presidência do Centro Cultural de Belém. A exoneração foi decidida pelo ministro da Cultura João Soares, que nomeou Elísio Summavielle para o cargo.

  • Europa num clima de tensão parecido ao dos anos que antecederam a 2.ª Guerra Mundial
    2:18

    Mundo

    O populismo e a demonização do outro estão a conduzir a Europa a um clima de tensão semelhante ao dos anos que antecederam a 2.ª Guerra mundial. A conclusão é do relatório anual da Amnistia internacional, que denuncia ainda que 2016 foi um ano de "implacável miséria e medo" para milhões de pessoas. Embalados pelo discurso do medo, vários governos recuaram nos direitos humanos.