sicnot

Perfil

País

TAP tentou impedir crescimento do Aeroporto Sá Carneiro, diz Rui Moreira

O presidente da Câmara do Porto afirmou na segunda-feira à noite que "a "TAP tentou fazer com que o Aeroporto Francisco Sá Carneiro não crescesse" e acrescentou que o Norte tem sido vítima de uma "política colonial".

Rui Moreira falava na Assembleia Municipal durante o debate sobre "a situação decorrente da atividade da TAP no Aeroporto do Porto", que culminou com a aprovação, por maioria, de uma moção contra decisões da TAP e da ANA consideradas lesivas para o aeroporto da cidade e o Norte.

O autarca atacou mais uma vez a TAP, referindo que a cidade e a região não querem e não podem pagar a fatura de uma empresa que não serve os seus interesses.

"Ao contrário do que dizem algumas pessoas, não sou autonomista ou independentista. É o contrário, sou português", afirmou.

Sustentou que "o interesse público tem a ver com coesão social, que não existe sem coesão territorial".

"Não estamos a pedir nada a que não tenhamos direito. Não podemos é dizer que a TAP é um objeto voador não identificado e por isso vamos deixar que as coisas fiquem assim. Vamos reclamar que ela seja nacionalizada e enquanto ela não for nacionalizada vamos deixar que nos façam todas as maldades? Não me conformo", disse.

Rui Moreira sustenta que se a TAP for uma empresa privada deve perder os direitos que tem como companhia de bandeira. "Fique privada, faça a sua vida e nós faremos a nossa", completou.

"Enquanto empresa pública, nos últimos anos, a TAP foi um instrumento que tentou fazer com que o aeroporto Francisco Sá Carneiro não crescesse e o Norte não existisse", acusou.

Para o autarca, o objetivo é construir um novo aeroporto de Lisboa, fazendo "esgotar rapidamente" o da Portela e esvaziando o do Porto.

"Temos [o Norte] uma taxa de cobertura na balança comercial de 40%. Essa é que a questão. E estou farto de ouvir o velho discurso em que nos dizem que bom é o Norte. É as exportações, as empresas, é lá que está tudo. Depois, desligam-se as televisões e ficam-se a rir de nós", prosseguiu.

Rui Moreira disse que a região, apesar da sua força económica, continua a ter um "muito menor rendimento per capita e níveis de desenvolvimento muito baixos" e os seus habitantes são "os mais mal pagos e níveis de desenvolvimento muito baixos".

"Isso obedece a uma estratégia. Em termos económicos, chama-se política colonial. Não tem outro nome", considerou, negando ser bairrista: "Estamos a zelar pelos interesses nacionais. Não podemos continuar a ouvir discursos vazios dizendo que é preciso industrializar o país".

O líder da bancada socialista, Gustavo Pimenta, entendeu que Rui Moreira também visou o atual Governo com as suas críticas e por isso vincou que "são pelo PS totalmente rejeitadas".

"A minha preocupação não é se este Governo trata o norte de uma forma equilibrada. Não é isso, nem foi isso que eu disse. O que vemos é que o Governo que se segue é mais centralista do que o anterior. Este Governo ainda está à prova e espero que não o seja", contrapôs Rui Moreira.

O autarca concluiu dizendo que o Porto e o Norte têm sido tratados por uma "amálgama estranha de interesses".

Lusa

  • Rui Moreira diz que reunião com a ANA é urgente
    0:41

    Economia

    Rui Moreira diz que a reunião com a ANA aeroportos tem um carácter urgente para perceber quais as condições que podem ser dadas a outras operadoras, caso a TAP deixe de ser a companhia de bandeira do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.