sicnot

Perfil

País

Burlões vendiam tinta que tornaria transporte de notas indetetáveis

Quatro homens conseguiram convencer várias pessoas a comprar uma tinta que aplicada em notas impediria que sejam detetadas no controlo de raio x do aeroporto. Uma burla que rendeu quase 44 mil euros mas que acabou em prisão preventiva para pelo menos três dos suspeitos.

SIC

A estratégia passava por abordar pessoas com imóveis à venda, mostrando interesse na compra mas dizendo que o dinheiro que tinham disponível estava em Angola, alegando ser muito difícil trazer avultadas quantias para Portugal, porque seriam detetadas no aeroporto.


A solução passaria por aplicar nas notas a tinta que as tornava indetetáveis no controlo de raio x na zona aeroportuária, mas para isso precisavam de dinheiro para comprar o produto.


Alguns acabaram por cair no conto do vigário, pagaram na esperança de mais tarde realizar negócio com o imóvel à venda.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47