sicnot

Perfil

País

Burlões vendiam tinta que tornaria transporte de notas indetetáveis

Quatro homens conseguiram convencer várias pessoas a comprar uma tinta que aplicada em notas impediria que sejam detetadas no controlo de raio x do aeroporto. Uma burla que rendeu quase 44 mil euros mas que acabou em prisão preventiva para pelo menos três dos suspeitos.

SIC

A estratégia passava por abordar pessoas com imóveis à venda, mostrando interesse na compra mas dizendo que o dinheiro que tinham disponível estava em Angola, alegando ser muito difícil trazer avultadas quantias para Portugal, porque seriam detetadas no aeroporto.


A solução passaria por aplicar nas notas a tinta que as tornava indetetáveis no controlo de raio x na zona aeroportuária, mas para isso precisavam de dinheiro para comprar o produto.


Alguns acabaram por cair no conto do vigário, pagaram na esperança de mais tarde realizar negócio com o imóvel à venda.

  • "Joguem à bola"
    1:35

    Desporto

    Cerca de uma centena de adeptos do Sporting esperaram até perto das 3:00 pela chegada da equipa ao estádio de Alvalade. Depois da eliminação da Taça de Portugal, em Chaves, foi necessário o reforço policial para garantir a segurança da comitiva leonina.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Obama encurta pena de delatora do Wikileaks
    1:45
  • Putin sai em defesa de Trump
    2:29

    Mundo

    Vladimir Putin já saiu em defesa de Donald Trump e diz que houve uma tentativa de minar o Presidente eleito dos Estados Unidos, através de um alegado relatório, atribuido à espionagem russa. Putin diz que o relatório é falso.