sicnot

Perfil

País

Cavaco preside ao Conselho de Ministros num dos últimos atos públicos na Presidência

Com alguns minutos de atraso, o Presidente da República chegou hoje ao Forte de São Julião da Barra, em Oeiras, para presidir à reunião do Conselho de Ministros, um dos últimos atos públicos que terá enquanto chefe de Estado.

SIC

Quando o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, saiu do carro para cumprimentar o primeiro-ministro, já todos os ministros de António Costa estavam alinhados a alguns metros de distância.

Um a um, foram cumprimentados pelo chefe de Estado, que depois tirou uma foto com todo o elenco governativo.

Além dos ministros, estão também presentes neste Conselho de Ministros especial a secretária de Estado Adjunta do primeiro-ministro, Mariana Vieira da Silva, o secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, Miguel Prata Roque, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Pedro Nuno Santos, e o secretário de Estado das Pescas, José Apolinário.

A seguir à fotografia, ministros e secretários de Estado dirigiram-se para o interior do edifício, deixando Cavaco Silva e António Costa alguns minutos a sós, tempo que aproveitaram para ver o mar e trocar algumas palavras.

Esta é a primeira vez desde que chegou à Presidência da República que Cavaco Silva irá presidir à reunião do Conselho de Ministros, a convite do primeiro-ministro.

O mar, uma das questões mais 'acarinhadas' por Cavaco Silva na Presidência da República, será o tema exclusivo desta reunião, estando prevista a aprovação de alguns diplomas.

No final da reunião, o Presidente da República e o primeiro-ministro farão uma declaração à comunicação social.

De acordo com o artigo 133 da Constituição, faz parte das competências do Presidente da República "presidir ao Conselho de Ministros, quando o primeiro-ministro lho solicitar", sendo esta a primeira vez que tal acontece nos mandatos de Cavaco Silva.

Este será um dos últimos atos públicos de Cavaco Silva, que termina o seu mandato a 09 de março, com a posse do futuro chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa.

Lusa

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.