sicnot

Perfil

País

Padrasto de Rodrigo pode não ser julgado pelo crime caso seja suspeito

Padrasto de Rodrigo pode não ser julgado pelo crime caso seja suspeito

Caso se confirme que o padrasto é suspeito da morte de Rodrigo, o homem poderá não ser julgado por este crime. Trata-se de um cidadão brasileiro e terá viajado para Fortaleza no dia do desaparecimento do adolescente. A lei deste país não permite a extradição de cidadãos brasileiros para outros Estados. O homem teria conflitos com o enteado que publicou algumas mensagens no Facebook dias antes de desaparecer. Nos últimos tempos o jovem dava sinais, nesta rede social, de alguns problemas pessoais.

  • Rapaz de 15 anos desaparecido há uma semana em Portimão
    2:25

    País

    A Polícia Judiciária procura um rapaz de 15 anos que desapareceu há uma semana depois de sair de casa, em Portimão, para ir para a escola. A mãe e os amigos dizem não ter qualquer pista sobre o paradeiro de Rodrigo Lapa. O jovem estava sinalizado pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Lagoa há 5 anos.

  • Corpo de jovem desaparecido encontrado perto de casa
    4:07

    País

    O corpo de Rodrigo Lapa, o jovem de 15 anos que estava desaparecido no Algarve, foi hoje encontrado perto de onde vivia. O cadáver estaria tapado por alguns ramos. A mãe do jovem já esteve local e foi entretanto levada para as instalações da PJ de Portimão. A jornalista da SIC Conceição Ribeiro dá conta do que se sabe até ao momento.

  • O desaparecimento de Rodrigo Lapa, segundo a mãe
    2:50

    País

    Rodrigo Lapa, cujo corpo foi hoje encontrado em Portimão, estava desaparecido há mais de uma semana. Em entrevista à SIC esta semana, a mãe, Célia Barreto, falou do dia em que o filho partiu para a escola e não voltou.

  • Padrasto do jovem encontrado morto é o principal suspeito
    2:37

    País

    O jovem que estava desaparecido há pouco mais de uma semana, em Portimão, foi assassinado. O padrasto, que viajou para o Brasil no dia do desaparecimento, é o principal suspeito. Rodrigo, de 15 anos, foi encontrado, esta manhã, sem vida a menos de 100 metros de casa. A mãe foi interrogada pela Polícia Judiciária e saiu em liberdade por não haver indícios que justifiquem uma detenção.

  • Um retrato devastador do "pior dia do ano"
    2:47
  • Um olhar sobre a tragédia através das redes sociais
    3:22
  • "Estão a gozar com os portugueses, esta abordagem tem de mudar"
    6:45

    Opinião

    José Gomes Ferreira acusa as autoridades e o poder político de continuarem a abordar o problema da origem dos fogos de uma forma que considera errada. Em entrevista, no Primeiro Jornal, o diretor adjunto da SIC, considera que a causa dos fogos "é alguém querer que a floresta arda". José Gomes Ferreira sublinha que não se aprendeu com os erros e que "estão a gozar com os portugueses".

    José Gomes Ferreira

  • "Os portugueses dispensam um chefe de Governo que lhes diz que isto vai acontecer outra vez"
    6:32

    Opinião

    Perante o cenário provocado pelos incêndios, os portugueses querem um chefe de Governo que lhes diga como é que uma tragédia não volta a repetir-se e não, como disse António Costa, que não tem uma fórmula mágica para resolver o problemas dos fogos florestais. A afirmação é de Bernardo Ferrão, da SIC, que questiona ainda a autoridade da ministra da Administração Interna para ir a um centro de operações, uma vez que é contestada por toda a gente.

  • Portugal precisa de "resultados em contra-relógio, após décadas de desordenamento florestal"
    1:18
  • Jornalista que denunciou corrupção do Governo de Malta morre em explosão

    Mundo

    A jornalista Daphne Caruana Galizia, que acusou o Governo de Malta de corrupção, morreu esta segunda-feira, numa explosão de carro. O ataque acontece duas semanas depois de a jornalista maltesa recorrer à polícia, para dizer que estava a receber ameaças de morte. A morte acontece quatro meses após a vitória do Partido Trabalhista de Joseph Muscat, nas eleições antecipadas pelo primeiro-ministro, após as alegações da jornalista, que o ligavam a si e à sua mulher ao escândalo dos Panama Papers. O casal negou as acusações de que teriam usado uma offshore para esconder pagamentos do Governo do Azerbaijão.