sicnot

Perfil

País

Carlos Cruz vai passar dia de anos fora da prisão

O Tribunal de Execução de Penas (TEP) autorizou um nova saída precária a Carlos Cruz, o que permitirá ao ex-apresentador festejar o seu aniversário, a 24 de março, fora da prisão, disse hoje à Lusa o seu advogado.

MIGUEL A. LOPES

Ricardo Sá Fernandes referiu que a decisão do TEP, de autorizar uma saída precária de três dias, foi tomada esta semana.

O advogado salientou, contudo, que Carlos Cruz aguarda que ainda em março seja decidida pelo TEP a sua liberdade condicional

Ricardo Sá Fernandes admitiu que uma decisão favorável à liberdade condicional do ex-apresentador, que venha a ser proferida até ao aniversário, revogue, na prática, os efeitos da saída precária.

Condenado a seis anos de prisão, Carlos Cruz foi ouvido sobre a liberdade condicional, numa altura em que já completou dois terços da pena a que foi condenado.

Carlos Cruz cumpriu, em dezembro de 2014, metade da pena de prisão (três dos seis anos) a que foi condenado, por crimes de abuso sexual de menores.

O ex-apresentador de televisão tem estado a cumprir a pena no Estabelecimento Prisional da Carregueira, no concelho de Sintra, e já teve direito a uma saída precária, em dezembro passado, para passar o Natal em casa.

No processo Casa Pia, relacionado com abusos sexuais de alunos e ex-alunos da instituição, foram ainda condenados o antigo motorista casapiano Carlos Silvino (15 anos de prisão), o médico Ferreira Dinis (sete anos), o ex-diplomata Jorge Ritto (seis anos e oito meses) e o antigo provedor-adjunto da instituição Manuel Abrantes (cinco anos e nove meses).

Lusa

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.