sicnot

Perfil

País

Carlos Cruz vai passar dia de anos fora da prisão

O Tribunal de Execução de Penas (TEP) autorizou um nova saída precária a Carlos Cruz, o que permitirá ao ex-apresentador festejar o seu aniversário, a 24 de março, fora da prisão, disse hoje à Lusa o seu advogado.

MIGUEL A. LOPES

Ricardo Sá Fernandes referiu que a decisão do TEP, de autorizar uma saída precária de três dias, foi tomada esta semana.

O advogado salientou, contudo, que Carlos Cruz aguarda que ainda em março seja decidida pelo TEP a sua liberdade condicional

Ricardo Sá Fernandes admitiu que uma decisão favorável à liberdade condicional do ex-apresentador, que venha a ser proferida até ao aniversário, revogue, na prática, os efeitos da saída precária.

Condenado a seis anos de prisão, Carlos Cruz foi ouvido sobre a liberdade condicional, numa altura em que já completou dois terços da pena a que foi condenado.

Carlos Cruz cumpriu, em dezembro de 2014, metade da pena de prisão (três dos seis anos) a que foi condenado, por crimes de abuso sexual de menores.

O ex-apresentador de televisão tem estado a cumprir a pena no Estabelecimento Prisional da Carregueira, no concelho de Sintra, e já teve direito a uma saída precária, em dezembro passado, para passar o Natal em casa.

No processo Casa Pia, relacionado com abusos sexuais de alunos e ex-alunos da instituição, foram ainda condenados o antigo motorista casapiano Carlos Silvino (15 anos de prisão), o médico Ferreira Dinis (sete anos), o ex-diplomata Jorge Ritto (seis anos e oito meses) e o antigo provedor-adjunto da instituição Manuel Abrantes (cinco anos e nove meses).

Lusa

  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • O primeiro dia de Donald Trump na Casa Branca
    3:05
  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.