sicnot

Perfil

País

Criado sistema de encaminhamento para SNS de polícias em risco de suicídio

Governo cria sistema de encaminhamento para SNS de polícias em risco de suicídio Os ministérios da Administração Interna e da Saúde assinam hoje um protocolo para criar um sistema de referenciação e de encaminhamento, para o Serviço Nacional de Saúde (SNS), dos elementos da PSP e da GNR em risco de suicídio.

(Arquivo)

(Arquivo)

Tiago Petinga / Lusa

O protocolo, que vai ser hoje assinado pelos ministros da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, e da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, insere-se no Plano de Prevenção do Suicídio nas Forças de Segurança 2016/2020.

Segundo o Ministério da Administração Interna, o protocolo visa a criação de um sistema de referenciação e de encaminhamento dos elementos das forças de segurança, considerados em risco de suicídio mediante avaliação dos gabinetes de psicologia da PSP e da GNR, para os departamentos ou serviços de psiquiatria e saúde mental dos estabelecimentos hospitalares do SNS.

O protocolo envolve a colaboração entre a Guarda Nacional Republicana, Polícia de Segurança Pública e Direção-Geral de Saúde.

O anterior Governo criou, em novembro de um 2015, um grupo de trabalho para rever o plano de prevenção do suicídio nas forças de segurança, devido ao número de suicídios registados na PSP e na GNR, no ano passado.

Em 2015, suicidaram-se sete agentes da PSP e cinco militares da GNR.

Lusa

  • Presidente do Conselho Europeu admite divergências com Trump

    Mundo

    O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, admitiu hoje que a reunião mantida em Bruxelas com o presidente norte-americano, Donald Trump, permitiu constatar pontos de concordância em várias áreas, mas também de discordância noutras, como clima, comércio e Rússia."

  • Mourinho volta a conquistar a Europa

    Liga Europa

    O Manchester United conquistou esta quarta-feira a Liga Europa pela primeira vez. Este foi o quarto título europeu para Mourinho, depois das conquistas da Taça UEFA, em 2002/03, e da Liga dos Campeões, em 2003/04 e 2009/10.

  • Mexicana vence ultramaratona a correr de sandálias e de saia

    Desporto

    Uma mexicana venceu uma ultramaratona de 50 quilómetros a correr de saia e sandálias de borracha. María Lorena Ramírez, de 22 anos, não é atleta profissional, nem recebeu treino específico para a Ultra Trail Cerro Rojo, prova que venceu, mas pertence à tribo Tarahumara, com uma longa e invulgar tradição de excelentes corredores.

    SIC

  • Marcelo diz que a Europa precisa de paixão
    2:36
  • Protestos e violência no Rio de Janeiro
    1:08