sicnot

Perfil

País

Mãe escoltada para funeral do filho encontrado morto em Portimão

Decorreu esta manhã o funeral do jovem de 15 anos encontrado morto em Portimão. Depois de alguma tensão no velório de ontem, hoje a mãe de Rodrigo Lapa voltou a ser escoltada pla GNR, à chegada à Igreja Matriz de Estômbar para as cerimónia fúnebres.

SIC

Centenas de pessoas fizeram questão de acompanhar o cortejo fúnebre do jovem que foi encontrado morto a menos de 100 metros de casa onde vivia com a mãe, o padrastro e a irmã de 6 meses, ontem retirada pela comissão de protecção de protecção de crianças e jovens em risco, com o consentimento da mãe.

O caso continua sob investigação com o principal suspeito no Brasil. O padrastro de Rodrigo saiu de Portugal no dia em que o jovem desapareceu.

O relatório final da autopsia ainda deve demorar entre 6 a 8 semanas mas os exames preliminares já permitiram concluir que Rodrigo Lapa foi vítima de estrangulamento.

  • GNR obrigada a intervir no velório de Rodrigo Lapa em Portimão
    1:12

    País

    O velório de Rodrigo Lapa ficou marcado esta noite pela intervenção da GNR quando os populares começaram a dirigir à mãe do jovem assassinado em Portimão palavras hostis e acusações. Os militares entraram na capela e foi sob escolta que a mulher deixou o local. O repórter da SIC, João Tiago, acompanhou o velório e relatou a situação.

  • Velório de Rodrigo Lapa com fortes medidas de segurança
    2:26

    País

    O corpo do jovem assassinado em Portimão começou a ser velado, esta tarde, sob fortes medidas de segurança. Horas antes, a irmã de Rodrigo, com apenas seis meses, foi retirada à mãe por determinação da Comissão de Proteção de Crianças e jovens. A mãe de Rodrigo Lapa terá tentado proteger o companheiro e ocultou factos à polícia. O padrasto acusava o jovem de lhe ter roubado dinheiro para comprar um telemóvel.

  • Joaquim Lara Pinto, principal suspeito da morte de Rodrigo
    2:17

    País

    Joaquim Lara Pinto é o principal suspeito da morte de Rodrigo Lapa. O homem de 42 anos estava desempregado. Viajou para o Brasil no dia em que Rodrigo, de 15 anos, desapareceu. A viagem tinha sido comprada há cerca de um mês. A mãe reafirma que Rodrigo e o padrasto tinham uma relação cordial.

  • Amiga do pai de Rodrigo fala em relação difícil entre o rapaz e o padrasto
    1:44

    País

    O adolescente encontrado morto em Portimão foi autopsiado esta manhã. O resultado ainda não é conhecido, mas o corpo de Rodrigo Lapa apresentava evidentes sinais de violência. O padrasto é o principal suspeito e viajou para o Brasil. A mãe foi ouvida pela Polícia Judiciária mas está em liberdade. A SIC falou com uma amiga do pai de Rodrigo que diz que o rapaz se queixava de maus tratos por parte do padrasto.

  • Germano Almeida vence Prémio Camões

    Cultura

    O escritor cabo-verdiano Germano Almeida é o vencedor do Prémio Camões 2018, foi esta segunda-feira anunciado, no Hotel Tivoli, em Lisboa, após reunião do júri.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Eis os novos heróis de Vila de Aves
    3:03
  • Desportivo das Aves fora da Liga Europa

    Desporto

    O Desportivo das Aves não vai à Liga Europa e o Sporting terá entrada direta na fase de grupos. Apesar da conquista da Taça de Portugal, a equipa avense não se licenciou em tempo útil para poder participar na prova da UEFA, apurou a SIC.

  • E agora, Sporting? Semana de decisões e incertezas
    2:53
  • "Para primeiro dia de pesca da sardinha, não foi mau"
    2:19
  • "Desfiliei-me do PS mas continuo socialista"
    1:29

    País

    José Sócrates garantiu este domingo que não atacará o PS e que continua a ser socialista. O antigo primeiro-ministro participou num almoço de apoio, em Lisboa, com cerca de 100 pessoas, a maioria anónimos.