sicnot

Perfil

País

Tribunal açoriano condena a 20 anos de prisão acusado de homicídio em negócio de droga

Foi hoje condenado a mais de 20 anos de prisão um homem acusado de homicídio num negócio de droga nos Açores.

Na leitura do acórdão, esta segunda-feira, no Tribunal Judicial de Ponta Delgada, o juíz disse não haver dúvidas de que o arguido, de 27 anos, matou a tiro um traficante com quem tinha combinado encontrar-se num determinado local, fora da cidade.

O motivo tinha a ver com 125 placas de canábis, com valor na ordem dos 15 mil euros e foi também o aliciante do tráfico de droga que motivou o crime. Os factos aconteceram no dia 3 de março do ano passado, no julgamento ficou ainda evidente a existência de dois cúmplices.

Após ser conhecida a sentença, os agentes da PSP destacados tiveram que intervir perante tentativas de agressão que ocorreram na sala de audiências.

  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Pescador resgatado de um lago gelado na Estónia
    1:08
  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.