sicnot

Perfil

País

Tribunal açoriano condena a 20 anos de prisão acusado de homicídio em negócio de droga

Foi hoje condenado a mais de 20 anos de prisão um homem acusado de homicídio num negócio de droga nos Açores.

Na leitura do acórdão, esta segunda-feira, no Tribunal Judicial de Ponta Delgada, o juíz disse não haver dúvidas de que o arguido, de 27 anos, matou a tiro um traficante com quem tinha combinado encontrar-se num determinado local, fora da cidade.

O motivo tinha a ver com 125 placas de canábis, com valor na ordem dos 15 mil euros e foi também o aliciante do tráfico de droga que motivou o crime. Os factos aconteceram no dia 3 de março do ano passado, no julgamento ficou ainda evidente a existência de dois cúmplices.

Após ser conhecida a sentença, os agentes da PSP destacados tiveram que intervir perante tentativas de agressão que ocorreram na sala de audiências.

  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.