sicnot

Perfil

País

Dois mortos em incêndio na Cova da Moura, Amadora

Um homem, de 74 anos, e uma mulher, com 73, morreram hoje de madrugada na sequência de um incêndio na Cova da Moura, Amadora, avançou à Lusa fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro de Lisboa.

No local estiveram 10 veículos e 29 operacionais, além do Serviço Municipal de Proteção Civil, INEM, Polícia de Segurança Pública e Polícia Judiciária.

No local estiveram 10 veículos e 29 operacionais, além do Serviço Municipal de Proteção Civil, INEM, Polícia de Segurança Pública e Polícia Judiciária.

SIC/ Arquivo

De acordo com a mesma fonte do CDOS de Lisboa, o incêndio terá tido início pelas 04:05 da madrugada e originou a morte de duas pessoas que se encontravam na habitação.

No local estiveram 10 veículos e 29 operacionais, além do Serviço Municipal de Proteção Civil, INEM, Polícia de Segurança Pública e Polícia Judiciária, de acordo com a mesma fonte.

As autoridades estão no local a investigar as causas do incêndio que provocou duas vítimas mortais.

Lusa

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.