sicnot

Perfil

País

Ferro Rodrigues cumpre as formalidades na cerimónia de tomada de posse de Marcelo

O presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, abriu hoje às 09:00 a sessão plenária do parlamento, que suspendeu de seguida para receber o Presidente da República, o Presidente eleito e os restantes convidados.

Nenhum dos dois prestou declarações aos jornalistas no início nem no final deste encontro.

Nenhum dos dois prestou declarações aos jornalistas no início nem no final deste encontro.

Lusa

A abertura da sessão e a sua suspensão imediata é uma formalidade da cerimónia de tomada de posse do Presidente da República eleito, Marcelo Rebelo de Sousa.

No hemiciclo, decorado com rosas vermelhas e amarelas e ramagens verdes, os deputados e alguns convidados começaram a tomar os seus lugares minutos antes das 9:00.

Ferro Rodrigues seguiu para a escadaria exterior da Assembleia da República onde chegam os convidados, sendo os presidentes do Supremo Tribunal de Justiça e do Tribunal Constitucional esperados a partir das 09:05.

Marcelo Rebelo de Sousa tem a chegada prevista ao parlamento pelas 09:35, cinco minutos antes do primeiro-ministro, António Costa.

Lusa

  • Quem é quem na Presidência de Marcelo

    Marcelo sucede a Cavaco

    O presidente eleito, Marcelo Rebelo de Sousa, já escolheu três das principais figuras da hierarquia no Palácio de Belém, que vai ocupar a partir de 9 de março. Frutuoso de Melo é o chefe da Casa Civil, o tenente-general João Luís Ramirez de Carvalho Cordeiro é o chefe da Casa Militar e José Augusto Duarte é o assessor diplomático. Rebelo de Sousa anunciou igualmente as personalidades que escolheu para o Conselho de Estado, órgão de consulta do Presidente da República: Eduardo Lourenço, António Guterres, António Lobo Xavier, Leonor beleza e Luís Marques Mendes.Marcelo Rebelo de Sousa foi eleito Presidente da República a 24 de janeiro, com mais de 52% dos votos, e tomará posse na próxima quarta-feira.

  • Incêndio em Lisboa faz um ferido
    4:13

    País

    Um incêndio de grandes dimensões deflagrou esta segunda-feira numa loja, na Avenida de Berlim, em Lisboa. O repórter André Palma esteve no local, onde ouviu o comandante dos Sapadores Bombeiros de Lisboa. Pedro Patricio confirmou que foi assistida uma pessoa por inalação de fumos e, por questões de segurança, os veículos estacionados perto do local foram retirados, assim como foi pedido às pessoas dos prédios à volta que saíssem por causa do fumo. O incêndio foi dominado.

  • "Rui Rio avisou que vinha para partir loiça dentro do PSD"
    3:00
  • Hugo Soares não deverá continuar como líder parlamentar do PSD
    3:17

    País

    Rui Rio não deverá manter Hugo Soares na liderança parlamentar do PSD. Fonte próxima do novo presidente social-democrata diz à SIC que dificilmente o líder da bancada poderá continuar no cargo. Aumenta a pressão para que Hugo Soares ponha o lugar à disposição e já começam a surgir nomes para o substituir.

  • Suspeita de militantes fantasma no PSD
    4:22

    País

    Perante a suspeita de militantes fantasma e de caciquismo, Salvador Malheiro, diretor de campanha de Rui Rio, diz que o ato eleitoral foi devidamente fiscalizado. Uma investigação do jornal Expresso encontrou oito filiados numa morada que não existe e 17 militantes com morada numa casa onde vivem nove pessoas e nenhuma é do PSD. A associação cívica Transparência e Integridade fala num vazio legal e em falta de regulamentação.

  • Cristiano Ronaldo está insatisfeito com o salário e pode sair do Real Madrid
    2:38