sicnot

Perfil

País

Mãe do jovem morto no Algarve põe em causa a forma como foi ouvida pela PJ

Mãe do jovem morto no Algarve põe em causa a forma como foi ouvida pela PJ

A mãe do jovem assassinado no Algarve rejeita ter entrado em contradição e põe em causa a forma como foi ouvida pela Polícia Judiciária, no dia em soube da morte do filho. Célia Barreto não sabe quando terá condições para ir buscar a filha que foi, entretanto, colocada numa instituição.

  • Mãe do jovem morto em Portimão diz que tem medo de sair à rua
    3:01

    País

    A mãe do jovem assassinado no Algarve garante que nunca assistiu a agressões nem discussões entre o filho e o principal suspeito, mas não descarta a hipótese de ser ele o responsável pelo homicídio. Em entrevista à SIC, Célia Barreto diz que só não viajou também para o Brasil porque o ex-companheiro não queria levar Rodrigo. Acrescenta ainda que tem medo de sair à rua por causa dos insultos e das ameaças.

  • Imprensa brasileira destaca caso do jovem assassinado em Portimão
    1:20

    País

    Ainda não se conhece o paradeiro exato do padrasto de Rodrigo Lapa. Joaquim Pinto viajou para o Brasil no dia em que o adolescente desapareceu. As autoridades de Portugal e do Brasil estão a trocar informações sobre o caso, que também começa a ganhar visibilidade da imprensa brasileira.

  • Joaquim Lara Pinto, principal suspeito da morte de Rodrigo
    2:17

    País

    Joaquim Lara Pinto é o principal suspeito da morte de Rodrigo Lapa. O homem de 42 anos estava desempregado. Viajou para o Brasil no dia em que Rodrigo, de 15 anos, desapareceu. A viagem tinha sido comprada há cerca de um mês. A mãe reafirma que Rodrigo e o padrasto tinham uma relação cordial.

  • Velório de Rodrigo Lapa com fortes medidas de segurança
    2:26

    País

    O corpo do jovem assassinado em Portimão começou a ser velado, esta tarde, sob fortes medidas de segurança. Horas antes, a irmã de Rodrigo, com apenas seis meses, foi retirada à mãe por determinação da Comissão de Proteção de Crianças e jovens. A mãe de Rodrigo Lapa terá tentado proteger o companheiro e ocultou factos à polícia. O padrasto acusava o jovem de lhe ter roubado dinheiro para comprar um telemóvel.

  • GNR obrigada a intervir no velório de Rodrigo Lapa em Portimão
    1:12

    País

    O velório de Rodrigo Lapa ficou marcado esta noite pela intervenção da GNR quando os populares começaram a dirigir à mãe do jovem assassinado em Portimão palavras hostis e acusações. Os militares entraram na capela e foi sob escolta que a mulher deixou o local. O repórter da SIC, João Tiago, acompanhou o velório e relatou a situação.

  • Jovem de 15 anos assassinado em Portimão homenageado
    4:43

    País

    Na zona ribeirinha de Portimão está prestes a começar uma homenagem ao jovem de 15 anos assassinado no Algarve. O funeral de Rodrigo Lapa decorreu hoje de manhã sem a presença da mãe. Tal como ontem à noite no velório, Célia Barreto só conseguiu assistir à cerimónia religiosa com escolta.

  • Atentados na Catalunha estão relacionados, 14 mortos

    Ataque em Barcelona

    Uma pessoa morreu e cinco suspeitos foram abatidos num segundo ataque esta madrugada em Espanha, depois do atentado de ontem que fez 13 mortos em Barcelona. As operações de busca centram-se num nome: Moussa Oukabir. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Driss Oukabir: suspeito do atentado ou vítima de roubo de identidade?
    2:40

    Ataque em Barcelona

    Um dos dois suspeitos, do ataque nas Ramblas, detidos pela polícia foi inicialmente identificado como Driss Oukabir, um homem de 28 anos. Mais tarde, um homem com o mesmo nome apresentou-se numa esquadra em Girona, a mais de 100 quilómetros do local do atropelamento afirmando que lhe tinha sido roubada a identificação. De acordo com alguma imprensa espanhola, poderá ter sido o irmão, Moussa Oukabir, um jovem de 18 anos que vive em Barcelona, como explicou também Nuno Rogeiro, comentador da SIC.

  • "Nas Ramblas, é como se nada tivesse acontecido"
    1:35

    Ataque em Barcelona

    Um atentado terrorista em Barcelona matou 13 pessoas e feriu cerca de 100. O ataque aconteceu na zona das Ramblas, quando uma carrinha avançou sobre quem circulava nessa grande via no centro da capital da Catalunha. O repórter Emanuel Nunes está em Barcelona e deu conta do regresso à normalidade nas Ramblas, logo às primeiras horas da manhã.

  • Barcelona abalada pelo terrorismo
    1:03
  • "O abandono provoca incêndios desta dimensão"
    0:55

    País

    O antigo vereador da Câmara de Mação José Silva acredita que a desertificação do interior também é, em parte, responsável pelos incêndios. Segundo José Silva, Mação tem cada vez menos habitantes e é por essa razão que os terrenos são deixados ao abandono.

  • Mação perdeu 80% da área florestal
    3:39
  • Médicos e ministro da Saúde voltam hoje às negociações

    País

    O Ministério da Saúde deverá apresentar uma proposta que poderá ser decisiva para a convocação ou não de uma nova greve. O Sindicato Independente dos Médicos e a Federação Nacional de Médicos tinham anunciado, no dia 11 de agosto, que vão realizar uma greve de dois dias na primeira semana de outubro, se a nova proposta negocial não levar em conta o que reivindicam.