sicnot

Perfil

País

PSP detém alegado burlão das notas de 50 euros no Porto

Um homem de 41 anos suspeito da autoria de várias burlas com notas de 50 euros foi detido hoje após ter-se despistado à saída da Ponte do Freixo, no Porto, durante uma perseguição policial, disse à Lusa fonte da PSP.

Segundo a fonte, a PSP perseguiu o suspeito, que seguia no carro com a companheira, após ter a indicação de que havia cometido mais uma burla e à saída da Ponte do Freixo ele despistou-se, tendo sido aí detido.

O alegado burlão, que ia a confeitarias, cafés, pastelarias e restaurantes da zona norte do país pedir para trocar uma nota de 50 euros que nunca entregava vai ser presente quinta-feira ao Tribunal de Instrução Criminal do Porto, adiantou.

A fonte realçou ainda que o suspeito, sem profissão conhecida, é "muito conhecido" da polícia e recaem sobre ele já "mais de 30 queixas".

O suspeito já havia sido detido em janeiro, após uma perseguição policial de horas, e também depois do alerta de um comerciante.

Nessa altura, foi-lhe aplicada como medida de coação apresentações periódicas na GNR, algo que não tem cumprido, sustentou a fonte.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.