sicnot

Perfil

País

GNR regista mais de 700 crimes por maus tratos a animais em 14 meses

A GNR registou 7.734 contraordenações e 709 crimes em 14 meses da lei que criminaliza os maus tratos e o abandono de animais de companhia, indicou esta quinta-feira aquela força de segurança.

© STRINGER Mexico / Reuters

Num comunicado de balanço sobre a fiscalização de maus tratos a animais de companhia, a Guarda Nacional Republicana adianta que, entre outubro de 2014 e 31 de janeiro de 2016, registou, uma média, de 44 crimes por mês, totalizando 709.

A corporação indica também que levantou, em média, 16 multas por dia, sendo a maior parte dos 7.734 autos de contraordenação relacionados com a falta de chip de identificação, vacinação e condições higiene-sanitárias.

Os Açores (811), Lisboa (770), Aveiro (699), Porto (669), Setúbal (668) e Faro (629) foram os distritos com maior número de contraordenações levantadas pela GNR desde que entrou em vigor a lei, a 01 de outubro de 2016, até janeiro.

A GNR recebeu ainda, nos últimos 14 meses, 5.129 denúncias, numa média de 11 por dia, tendo sido a maioria proveniente dos distritos de Lisboa (1.336), Setúbal (872) e Porto (669).

A lei que criminaliza os maus-tratos contra animais, que entrou em vigor a 1 de outubro de 2014, refere que "quem, sem motivo legítimo, infligir dor, sofrimento ou quaisquer outros maus tratos físicos a um animal de companhia é punido com pena de prisão até um ano ou com pena de multa até 120 dias".

A lei indica que para os que efetuarem tais atos, e dos quais "resultar a morte do animal, a privação de importante órgão ou membro ou a afetação grave e permanente da sua capacidade de locomoção", o mesmo será "punido com pena de prisão até dois anos ou com pena de multa até 240 dias".

Em relação aos animais de companhia, a lei determina que "quem, tendo o dever de guardar, vigiar ou assistir animal de companhia, o abandonar, pondo desse modo em perigo a sua alimentação e a prestação de cuidados que lhe são devidos, é punido com pena de prisão até seis meses ou com pena de multa até 60 dias".

A GNR refere ainda que os cidadãos podem denunciar situações que possam violar a lei através da linha "SOS Ambiente e Território" (808200520), que está disponível 24 horas e tem uma cobertura nacional.

A fiscalização aos maus tratos a animais de companhias é feita através do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR.

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.