sicnot

Perfil

País

PCP vai propor reposição de apoios a estudantes e reformados nos passes dos transportes

O secretário-geral comunista, Jerónimo de Sousa, anunciou esta quinta-feira que o PCP está a elaborar uma proposta legislativa para que sejam repostos os apoios a estudantes e reformados nos passes dos transportes públicos.

No encerramento de uma reunião metropolitana sobre transportes públicos e mobilidade, Jerónimo de Sousa considerou ser "preciso reverter o movimento gerado pelo brutal aumento de preços" nos transportes públicos, defendendo a necessidade de reintrodução da redução de 50% nos passes para estudantes e reformados e nos passes individuais do Metropolitano e da Carris.

"Está em curso a elaboração de uma proposta legislativa do PCP para a reposição dos apoios a estudantes e reformados", anunciou o secretário-geral comunista, que considera que para além de ser necessário reduzir preços, é também urgente alargar a oferta, a fiabilidade e a qualidade dos transportes públicos.

Jerónimo de Sousa adiantou igualmente que "no sentido de promover a criação de novas autoridades metropolitanas de transporte o PCP avançará com uma proposta de um novo regime jurídico".

Em relação a Lisboa, o líder comunista quer uma "resposta metropolitana enquadrada com prioridade nacionais e coordenada com a necessidade de cada um dos municípios", o que "exige um verdadeiro sistema de transportes funcionando em rede".

"Sempre defendemos a existência das Autoridades Metropolitanas de Transportes com funcionamento e composição democrática, com participação das autarquias, mas também com representantes do Estado, das empresas, dos trabalhadores e dos utentes, de modo a garantir a intervenção ativa no planeamento e no financiamento", recordou.

Para Jerónimo de Sousa é fundamental um "conjunto de fortes e saudáveis empresas públicas", sendo para isso necessário reverter processos de privatização, concessão e fusão.

"Esta é a única forma de garantir a efetiva prioridade ao serviço público, com transportes coordenados, frequentes, seguros, com boa qualidade e a preços sociais, recebendo as respetivas empresas adequada e atempadamente as indemnizações compensatórias", defendeu.

O deputado do PCP falou ainda da importância do passe social intermodal e afirmou que "com todas as concessões de transportes a aproximarem-se do seu fim, existe agora uma boa oportunidade para a integração de todos os operadores no sistema intermodal".

"Isso implica aumentar e alargar as atuais coroas, cobrindo toda a área metropolitana e consagrando que um único passe permita a utilização de todos os meios de transporte coletivo, sem aumento de preços para os utentes. É para dar resposta que o PCP avançará com uma iniciativa legislativa", adiantou.

Jerónimo de Sousa explicou ainda que os aumentos nestes setores provocaram uma significativa perda de passageiros e que, "por muito que argumentem em contrário, os custos dos transportes públicos em Portugal são mais caros do que na Europa".

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.