sicnot

Perfil

País

Gasto médio por turista no Porto e no Norte mantém-se nos 68 euros por noite

O gasto médio de cada turista que em 2015 visitou o Porto e o Norte manteve-se nos 68 euros por noite, sendo os norte-americanos e brasileiros os que mais gastam e permanecem na região, segundo um estudo divulgado esta sexta-feira.

© Reuters Photographer / Reuter

De acordo com as conclusões do trabalho desenvolvido pelo Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT), em parceria com o Turismo do Porto e Norte de Portugal e o Aeroporto do Porto, os turistas norte-americanos tiveram no ano passado um consumo médio por pessoa/noite de 122 euros, seguindo-se os brasileiros e os italianos.

Pelo contrário, os turistas luxemburgueses, suíços, belgas e franceses apresentaram os consumos unitários mais baixos, apesar de serem dos mercados com maior duração da estada, o que é atribuído ao "elevado peso" do segmento de visita a familiares/amigos nestes quatro mercados.

Globalmente, durante o ano 2015 o gasto médio por turista na visita ao Porto e Norte de Portugal foi de 447 euros.

Segundo as conclusões do estudo, 37% dos turistas viajaram para a região para visitar familiares e amigos, 36% por motivo de férias e 25% em negócios, sendo que os que se deslocaram em férias fizeram-no em short-breaks (curtas viagens) e destacaram o descanso, a gastronomia e os vinhos como os principais atributos do Porto e Norte.

O trabalho revela ainda que 89% destes turistas declararam não ter ponderado outros destinos quando decidiram fazer férias no norte do país e que os que admitiram escolher outros locais ponderaram Espanha, França e Itália, tendo optado por Portugal "devido aos preços e à curiosidade".

França, Espanha e Suíça (com cerca de 65% de quota de mercado) foram, de acordo com o trabalho, os principais mercados emissores de turistas estrangeiros para o Porto e Norte de Portugal através do aeroporto do Porto, destacando-se a Ryanair e a TAP como as companhias aéreas mais utilizadas (com uma quota de mercado de 63%) e as companhias 'low cost' [de baixo custo] como responsáveis por 55% do tráfego de turistas.

Com idades compreendidas entre os 26 e os 50 anos, 64% dos turistas que visitaram o Porto e Norte de Portugal em 2015 eram casados ou viviam em união de facto e tinham um rendimento médio maioritariamente entre 2.000 e 3.000 euros, tendo-se manifestado satisfeitos com a viagem à região (6,12 pontos, numa escala de 1 a 7) e com intenção de recomendar o destino.

Os dados esta sexta-feira divulgados evidenciam ainda o domínio da Internet e dos familiares/amigos como os meios mais utilizados para obter informação sobre a região, seguindo-se as agências de viagens e os guias e roteiros turísticos.

Em 2015, tal como nos anos anteriores, os locais com maior incidência de pernoita de turistas foram o Porto, Vila Nova de Gaia, Braga, Maia, Guimarães, Matosinhos, Póvoa do Varzim e Viana do Castelo.

Quanto à tipologia de alojamento, destacaram-se o hotel e a casa de familiares/amigos, assumindo também "alguma importância" as unidades de alojamento local (pensões/hostels/residenciais) e as segundas residências.

Os turistas em negócios foram os que passaram menos tempo na região, enquanto os turistas de visita a familiares/amigos foram os que mais permaneceram, sendo que em 2015 foi "notória uma tendência" de aumento da estada média dos segmentos em turismo e de diminuição dos turistas em negócios.

Os turistas estrangeiros do Porto e Norte deslocaram-se na região utilizando sobretudo o automóvel, seguido do táxi, do metro e dos autocarros de transporte público, tendo-se sobretudo dedicado a experimentar a gastronomia e os passeios de carro, a apreciar a natureza/paisagem, a viver a animação noturna e às compras.

Do trabalho resulta ainda que a maioria dos turistas internacionais do Porto e Norte de Portugal eram repetentes da visita, com cerca de 70% a afirmar já ter visitado a região, sobretudo para visita a familiares/amigos.

Lusa

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Greve na Função Pública vai afetar escolas, saúde e cultura

    País

    A greve nacional convocada para sexta-feira pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) deverá afetar as escolas, a área da saúde e ainda da cultura, entre outros serviços, afirmou esta quarta-feira a dirigente sindical, Ana Avoila.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.