sicnot

Perfil

País

Marcelo diz que é tempo de "falar mais" do que valoriza Portugal

Marcelo diz que é tempo de "falar mais" do que valoriza Portugal

Marcelo rebelo de Sousa foi recebido pelo presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira. O autarca pediu ao Presidente da República que lutasse contra as desigualdades, injustiças e o centralismo. No terceiro e último dia das cerimónias de tomada de posse, Marcelo voltou a defender a ideia de que as crises não são o único horizonte possível para Portugal.

  • Marcelo abraçado pela multidão no Porto
    3:06

    Marcelo sucede a Cavaco

    Foi um banho de multidão que rodeou o Presidente da República, há instantes no Porto, no final da cerimónia na Câmara, onde Marcelo Rebelo de Sousa encerrou as cermónias da tomada de posse. À saída, quebrou o protocolo e foi mergulhar na multidão, um momento inédito num Presidente e testemunhado pelo repórter Miguel Mota.

  • Marcelo escolhe o Porto para fechar cerimónias de tomada de posse
    1:27

    Marcelo sucede a Cavaco

    O Presidente da República está no Porto para o último dia das cerimónias da tomada de posse. Marcelo Rebelo de Sousa foi recebido, esta manhã, na câmara da cidade pelo presidente Rui Moreira. Na agenda do chefe de Estado está ainda uma visita a uma exposição na Galeria Municipal e também uma deslocação ao bairro do Cerco, onde vai assistir a um espetáculo de hip hop. Esta é a primeira vez que as cerimónias associadas à tomada de posse de um Presidente da República são estendidas à cidade do Porto .

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Itália tenta colocar migrações na agenda do G7 contra vontade dos EUA
    1:45
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.