sicnot

Perfil

País

Suinicultores abandonaram reunião no Ministério da Agricultura

Os representantes dos suinicultores que estão a manifestar-se em Lisboa abandonaram hoje uma reunião no Ministério da Agricultura quando perceberam que o ministro Capoulas Santos não estaria presente.

(arquivo)

(arquivo)

"Foi-me transmitido que o senhor ministro receberia uma delegação de cinco pessoas. Estivemos à espera até que fomos recebidos pelo assessor e pelo chefe de gabinete. Levantamo-nos e viemos embora", disse aos jornalistas João Correia, um dos representantes dos suinicultores.

No entanto, os suinicultores deixaram um "presente" ao ministro, um porco bebé dentro de uma caixa de transporte de animais.

Os contestatários exigem medidas de apoio ao setor, nomeadamente uma linha de crédito bonificado e que Portugal exija na União Europeia o fim do embargo à Rússia.

Os suinicultores querem ainda que as autoridades portuguesas trabalhem para abrir novos canais de exportação.

"Os políticos que assumam que o setor de suinicultura não interessa a Portugal, mas se é assim que o digam e aí teremos 200 mil pessoas a apresentar-se nos centros de emprego", disse João Correia.

Segundo os suinicultores, o mercado europeu tem excesso de oferta, o que está a baixar ainda mais o preço, obrigando os produtores a venderem a carne de porco abaixo do custo de produção.

"Por semana entram em Portugal 25 mil porcos vivos e mais de um milhão de quilos de carne apenas vindos de Espanha", disse João Correia.

Os representantes dos suinicultores vão reunir-se em seguida para decidir o que fazer, enquanto dezenas de pessoas continuam concentradas em protesto em frente ao Ministério da Agricultura, em Lisboa, com cartazes e bandeiras negras, com a polícia a reforçar a sua presença no local.

João Correia afirmou que na reunião será decidido quais serão as próximas ações de luta, numa altura em que os camiões de suinicultores estão nos acessos de entrada e saída de Lisboa.

Lusa

  • Suinicultores prometem bloquear Lisboa com 250 camiões

    País

    As associações de suinicultores, hoje em protesto em Lisboa, prometem bloquear a cidade com cerca de 250 camiões. Na 2ª Circular vários manifestantes já circularam em marcha lenta, outros estão a caminho. Entretanto, um grupo de suinicultores está a ser recebido pelo ministro da Agricultura.

  • "O setor da suinicultura, em Portugal e na Europa, vive tempos muito difíceis"
    1:19

    Economia

    O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, admitiu hoje numa conferência de imprensa que o setor da suinicultura tem vivido tempos difíceis, mas lembrou também que o problema é europeu. O ministro vai reunir-se na próxima semana com o Comissário da Agricultura, em Bruxelas, para debater a questão e avaliar as medidas nacionais a serem tomadas.

  • Adeptos do Sporting gritaram "Joguem à bola"

    Desporto

    Depois da eliminação da Taça de Portugal, o autocarro do Sporting deixou o Estádio Municipal de Chaves em clima de grante tensão. Vários adeptos leoninos protestaram contra a equipa e pediram explicações.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Temperaturas negativas em várias zonas do país nos próximos dias
    1:57

    País

    O frio vai começar a fazer-se sentir nos próximos dias com as temperaturas a descerem para valores negativos em várias zonas do país. Em Lisboa, cinco estações de metro vão estar abertas durante a noite para albergar os sem-abrigo que também vão receber agasalhos e refeições quentes.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.