sicnot

Perfil

País

Suinicultores desmobilizam mas prometem continuar a luta

Os suinicultores, que hoje protestaram em Lisboa, começaram a desmobilizar da manifestação às 21:40, com a promessa de que a luta pelo setor vai continuar.

Perante os suinicultores, concentrados na Avenida Santos e Castro, na Alta de Lisboa, Vítor Menino, presidente da Federação Portuguesa das Associações de Suinicultores, sublinhou que "o setor da suinicultura demonstrou hoje união, coesão e determinação para atingir o objetivo que é servir o país, os trabalhadores e todos aqueles que dependem deste setor".

Assim que os primeiros camiões começaram a circular - organização estima que aderiram a este protesto cerca de 300 camiões -, os suinicultores, escoltados por dezenas de polícias, começaram a buzinar, tornando a marcha lenta ruidosa.

Cerca das 22:10 já tinham desmobilizado todos os camiões da Alta de Lisboa.

Segundo Vítor Menino, dependem do setor da suinicultura cerca de 200 mil portugueses, que apenas querem "trabalhar, produzir e contribuir para a sustentabilidade de Portugal".

Este responsável lamentou a posição do Ministério da Agricultura, que não quis receber os representantes do setor da suinicultura, demonstrando que as muitas centenas de milhões de euros que este setor produz "não são importantes para o governo, nem para o país".

No final da sua intervenção, feita a partir de um taipal de um dos camiões, o presidente da Federação Portuguesa das Associações de Suinicultores deixou uma promessa às centenas destes profissionais que aderiram ao protesto.

"Garanto-vos que a luta vai continuar enquanto tivermos força, energia e vida. Hoje perdemos uma batalha, mas não está tudo perdido. Vamos desmobilizar e regressar às nossas casas e amanhã serão contactados para vermos o que é que vamos fazer", afirmou Vítor Menino.

Enquanto ouviam o discurso, alguns suinicultores pediram a demissão do ministro da Agricultura, Capoulas Santos.

João Correia, um dos representantes dos suinicultores e que chefiou a delegação que acabou por não ser recebida pelo ministro da Agricultura, como pretendia, discursou imediatamente a seguir ao presidente da Federação Portuguesa das Associações de Suinicultores.

Este responsável classificou de "manobra de diversão" o facto de ter a indicação de que a delegação iria ser recebida pelo ministro, quando foi informado de que Capoulas Santos não se encontrava no ministério, acrescentando que a tutela desrespeitou todos aqueles que trabalham no setor da suinicultura.

Os suinicultores acusaram ainda a polícia de os ter encaminhado para a zona Alta de Lisboa, a partir do final da tarde, e de os ter colocado numa "caixa de segurança".

O protesto ficou ainda marcado, segundo a PSP, por uma tentativa de invasão da Segunda Circular, que obrigou à intervenção de dezenas de elementos policiais que montaram um cordão policial entre os manifestantes e esta via de Lisboa.

Viveram-se alguns momentos de tensão e os ânimos ficaram exaltados, tendo um dos suinicultores sido atingido com gás pimenta nos olhos por um polícia, o qual foi transportado para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Cerca de 300 camiões de suinicultores do país inteiro deslocaram-se hoje para Lisboa para protestarem em frente ao Ministério da Agricultura, pedindo ajuda para um setor que dizem estar "à beira do colapso".

A criação de quotas de produção com apoios a essa restrição para os setores do leite e da carne de porco são algumas das propostas que Portugal vai defender na segunda-feira em Bruxelas, antecipou hoje à Lusa o ministro Capoulas Santos.

Entre os sete dos 27 estados-membros que apresentaram propostas, Portugal defende que a União Europeia negoceie, no plano político, para que seja levantado o embargo russo aos produtos europeus.

Lusa

  • Confusão no protesto dos suinicultores
    4:02

    Economia

    Dezenas de suinicultores tentaram hoje atravessar a Segunda Circular, em Lisboa, mas foram impedidos pela polícia o que provocou momentos de tensão entre os manifestantes e as autoridades. Os suinicultores disseram que apenas queriam atravessar a Segunda Circular "para irem jantar". Um dos manifestantes diz ter sido agredido pela polícia, queixando-se de ardor nos olhos devido ao gás de pimenta lançado pelos agentes. Cerca de 300 camiões de todo o país deslocaram-se hoje para Lisboa e protestaram em frente ao Ministério da Economia queixando-se que o setor está "à beira do colapso".

  • Ministro da Agricultura não recebeu suinicultores
    1:48

    Economia

    Os suinicultores dirigiram-se, esta tarde, ao Ministério da Agricultura para serem recebidos pelo ministro mas este não os recebeu. Os produtores contestam o número de porcos vindos de Espanha e exigem o cumprimento da lei de rotulagem da carne. Receberam um comunicado com uma lista de promessas mas não ficaram convencidos.

  • Suinicultores instalaram o caos no trânsito de Lisboa
    3:24

    País

    Ao início da tarde cerca de 250 camiões chegaram em Lisboa num protesto pela crise na suinicultura. O trânsito na 2ª Circular esteve cortado várias vezes durante a tarde. Os produtores contestam contra a entrada de porcos espanhóis em Portugal e garantem que estão em causa 200 mil postos de trabalho.

  • Suinicultores prometem bloquear Lisboa com 250 camiões

    País

    As associações de suinicultores, hoje em protesto em Lisboa, prometem bloquear a cidade com cerca de 250 camiões. Na 2ª Circular vários manifestantes já circularam em marcha lenta, outros estão a caminho. Entretanto, um grupo de suinicultores está a ser recebido pelo ministro da Agricultura.

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41