sicnot

Perfil

País

Angola elogia Paulo Portas

O Jornal de Angola elogiou a postura de Paulo Portas que este fim de semana, no seu último discurso como lider do CDS-PP, alertou para o perigo da judicialização das relações entre Portugal e Angola, que apontou como um "caminho sem retorno".

ESTELA SILVA

O editorial do jornal estatal angolano "lê" as palavras de Portas como uma crítica ao caso que envolve o vice-presidente Manuel Vicente, apontado como suspeito de ter pago luvas ao procurador da República Orlando Figueira para arquivar a investigação à compra de um apartamento de luxo no Estoril.

Na semana passada, o Jornal de Angola publicou um outro editorial intitulado "a Vingança do Colono", no qual denunciava a instrumentalização da Justiça portuguesa para lançar na lama o nome de dirigentes angolanos.

  • Paulo Portas faz último discurso como líder do CDS-PP
    3:11

    País

    Paulo Portas despediu-se, esta tarde, da liderança do CDS com vários recados para dentro e para fora. Elogiou a transição ordenada no partido, disse que acabou o tempo do voto útil no PSD e acusou o Bloco de Esquerda de falhar no apoio à Grécia. Na frente externa, apelou aos órgãos de soberania para evitarem a judicialização da relação com Angola. Um discurso de quase uma hora, que foi o último como líder do CDS. Dezasseis anos depois, Paulo Portas emocionou-se e não evitou as lágrimas.

  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC