sicnot

Perfil

País

Angola elogia Paulo Portas

O Jornal de Angola elogiou a postura de Paulo Portas que este fim de semana, no seu último discurso como lider do CDS-PP, alertou para o perigo da judicialização das relações entre Portugal e Angola, que apontou como um "caminho sem retorno".

ESTELA SILVA

O editorial do jornal estatal angolano "lê" as palavras de Portas como uma crítica ao caso que envolve o vice-presidente Manuel Vicente, apontado como suspeito de ter pago luvas ao procurador da República Orlando Figueira para arquivar a investigação à compra de um apartamento de luxo no Estoril.

Na semana passada, o Jornal de Angola publicou um outro editorial intitulado "a Vingança do Colono", no qual denunciava a instrumentalização da Justiça portuguesa para lançar na lama o nome de dirigentes angolanos.

  • Paulo Portas faz último discurso como líder do CDS-PP
    3:11

    País

    Paulo Portas despediu-se, esta tarde, da liderança do CDS com vários recados para dentro e para fora. Elogiou a transição ordenada no partido, disse que acabou o tempo do voto útil no PSD e acusou o Bloco de Esquerda de falhar no apoio à Grécia. Na frente externa, apelou aos órgãos de soberania para evitarem a judicialização da relação com Angola. Um discurso de quase uma hora, que foi o último como líder do CDS. Dezasseis anos depois, Paulo Portas emocionou-se e não evitou as lágrimas.

  • Negócios do fogo
    22:00
  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.

  • "De repente ele estava em cima de mim a beijar-me e a apalpar-me"
    2:43