sicnot

Perfil

País

Adiada votação de projeto para requalificação da 2ª Circular

A liderança da Câmara de Lisboa adiou hoje, para a próxima semana, a apreciação da nova proposta de requalificação da Segunda Circular, o que não evitou, contudo, as críticas do CDS-PP e do PSD, que veem as alterações como "minimalistas".

Esta era a segunda vez que a proposta da maioria PS para a Segunda Circular -- que visa aumentar a segurança rodoviária, a fluidez do trânsito e a qualidade ambiental -- estava agendada para debate, já que, em dezembro passado, a versão inicial também foi retirada para ouvir a população.

Desta vez, segundo a oposição, a proposta, que visa o lançamento de um concurso público para a empreitada, foi retirada pelo PS, em maioria no executivo, para clarificar algumas questões. Contactada pela Lusa, a Câmara não explicou o porquê do adiamento.

Em declarações à agência Lusa no final da reunião camarária privada, o vereador do CDS-PP, João Gonçalves Pereira, sustentou que em causa está um "projeto totalmente diferente do que era quando foi criado", pois "aquilo que é a parte substancial da obra" fica para depois.

"Não sabemos é para quando", disse, aludindo à criação de viadutos, passadeiras e reforço dos radares de controlo de velocidade na Segunda Circular.

De acordo com o autarca, também o número de árvores previsto diminuiu de cerca de 8.000 para 1.600, bem como o número de quilómetros de intervenção, já que agora abrange o troço entre o Nó da Buraca e o aeroporto e não até ao Prior Velho.

Preveem-se, contudo, alterações como a substituição de árvores da espécie lódão por freixos, o alargamento do separador central para a extensão mínima, a aplicação de um sistema de retenção de veículos, a introdução de guardas de segurança e a criação de zonas de transição nos acessos.

Recordando que as modificações levaram a um aumento de 10 para 13 milhões de euros, Gonçalves Pereira questionou "como é que, com tanta coisa a desaparecer, o investimento só aumenta".

Para o autarca, a "gestão dos dinheiros públicos deve ser uma gestão cuidada", pelo que "não se deve andar a fazer ações com pompa e circunstância" para depois ser uma "mera ação de cosmética".

Numa resposta escrita enviada à Lusa, a liderança camarária defendeu que "o vereador João Gonçalves Pereira tem demonstrado que ainda não percebeu o projeto da Segunda Circular", pois "primeiro afirmava que era uma tragédia para a mobilidade, hoje de manhã disse que era uma obra de fachada e inútil" e "agora diz que encarece mais".

"A verdade, é que se trata de um projeto essencial e a proposta final da Câmara acolheu contributos da consulta pública e a necessidade de conter os custos da obra", garantiu a autarquia.

Já António Prôa, do PSD, afirmou à Lusa que "o que resta é uma teimosia da Câmara em manter a obra", visto que "todos os pressupostos caem por terra".

"Agora aquilo que se prevê é uma intervenção minimalista", observou, indicando que as "alterações não cumprem grande parte das recomendações feitas [nomeadamente pela Assembleia Municipal]".

Posição diferente tem o PCP, partido que, de acordo com o vereador comunista Carlos Moura, entende esta requalificação "como necessária".

Se a votação tivesse ocorrido hoje, o CDS-PP teria votado contra e o PCP a favor (desde que se assegure mais transportes públicos). O PSD não revelou o seu sentido de voto.

Continua a prever-se a reformulação de nós de acesso, a redução da velocidade de 80 para 60 quilómetros/hora, a diminuição da largura da via em alguns locais, a montagem de barreiras acústicas, a reabilitação da drenagem e do piso e a renovação da sinalética e iluminação.

A obra deve iniciar-se em junho.

Lusa

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • "Avançámos em primeiro lugar com incentivos às empresas"
    18:07

    Economia

    O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar do que pode ser feito depois da tragédia dos incêndios que assolou o país na última semana. O governante diz que já avançou com incentivos às empresas afetadas e que neste momento o mais importante é preservar a segurança das pessoas.

    Entrevista SIC Notícias

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.

  • Gémeas correm risco de vida se não saírem de Gaza

    Mundo

    Duas irmãs gémeas siamesas correm risco de vida enquanto permanecerem em Gaza. Quem diz é o médico Alam Abu Hamba, do Hospital de Shifra, que garante que "situação complicada" das meninas não pode ser tratada por médicos no território costeiro, atulamente bloqueado pelo Egito e por Israel. Abu Hamba espera que o casal de gémeas possa ser transferido para fora da separação.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC