sicnot

Perfil

País

Adiada votação de projeto para requalificação da 2ª Circular

A liderança da Câmara de Lisboa adiou hoje, para a próxima semana, a apreciação da nova proposta de requalificação da Segunda Circular, o que não evitou, contudo, as críticas do CDS-PP e do PSD, que veem as alterações como "minimalistas".

Esta era a segunda vez que a proposta da maioria PS para a Segunda Circular -- que visa aumentar a segurança rodoviária, a fluidez do trânsito e a qualidade ambiental -- estava agendada para debate, já que, em dezembro passado, a versão inicial também foi retirada para ouvir a população.

Desta vez, segundo a oposição, a proposta, que visa o lançamento de um concurso público para a empreitada, foi retirada pelo PS, em maioria no executivo, para clarificar algumas questões. Contactada pela Lusa, a Câmara não explicou o porquê do adiamento.

Em declarações à agência Lusa no final da reunião camarária privada, o vereador do CDS-PP, João Gonçalves Pereira, sustentou que em causa está um "projeto totalmente diferente do que era quando foi criado", pois "aquilo que é a parte substancial da obra" fica para depois.

"Não sabemos é para quando", disse, aludindo à criação de viadutos, passadeiras e reforço dos radares de controlo de velocidade na Segunda Circular.

De acordo com o autarca, também o número de árvores previsto diminuiu de cerca de 8.000 para 1.600, bem como o número de quilómetros de intervenção, já que agora abrange o troço entre o Nó da Buraca e o aeroporto e não até ao Prior Velho.

Preveem-se, contudo, alterações como a substituição de árvores da espécie lódão por freixos, o alargamento do separador central para a extensão mínima, a aplicação de um sistema de retenção de veículos, a introdução de guardas de segurança e a criação de zonas de transição nos acessos.

Recordando que as modificações levaram a um aumento de 10 para 13 milhões de euros, Gonçalves Pereira questionou "como é que, com tanta coisa a desaparecer, o investimento só aumenta".

Para o autarca, a "gestão dos dinheiros públicos deve ser uma gestão cuidada", pelo que "não se deve andar a fazer ações com pompa e circunstância" para depois ser uma "mera ação de cosmética".

Numa resposta escrita enviada à Lusa, a liderança camarária defendeu que "o vereador João Gonçalves Pereira tem demonstrado que ainda não percebeu o projeto da Segunda Circular", pois "primeiro afirmava que era uma tragédia para a mobilidade, hoje de manhã disse que era uma obra de fachada e inútil" e "agora diz que encarece mais".

"A verdade, é que se trata de um projeto essencial e a proposta final da Câmara acolheu contributos da consulta pública e a necessidade de conter os custos da obra", garantiu a autarquia.

Já António Prôa, do PSD, afirmou à Lusa que "o que resta é uma teimosia da Câmara em manter a obra", visto que "todos os pressupostos caem por terra".

"Agora aquilo que se prevê é uma intervenção minimalista", observou, indicando que as "alterações não cumprem grande parte das recomendações feitas [nomeadamente pela Assembleia Municipal]".

Posição diferente tem o PCP, partido que, de acordo com o vereador comunista Carlos Moura, entende esta requalificação "como necessária".

Se a votação tivesse ocorrido hoje, o CDS-PP teria votado contra e o PCP a favor (desde que se assegure mais transportes públicos). O PSD não revelou o seu sentido de voto.

Continua a prever-se a reformulação de nós de acesso, a redução da velocidade de 80 para 60 quilómetros/hora, a diminuição da largura da via em alguns locais, a montagem de barreiras acústicas, a reabilitação da drenagem e do piso e a renovação da sinalética e iluminação.

A obra deve iniciar-se em junho.

Lusa

  • Habitantes de Almeida barricaram-se durante seis horas em agência da CGD
    2:31

    País

    Perto de 100 pessoas estiveram esta quarta-feira barricadas na agência da Caixa Geral de Depósitos em Almeida, distrito da Guarda. O protesto contra o encerramento da agência só terminou quase seis horas depois, com a garantia que os autarcas serão recebidos na próxima terça-feira pela Administração do banco público. 

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Trump volta a apelar ao fim do programa nuclear de Pyongyang
    1:43

    Mundo

    Donald Trump voltou a apelar à Coreia do Norte para que abandone o programa nuclear e opte pela via do diálogo. O Presidente dos Estados Unidos chamou à Casa Branca, para uma reunião extraordinária, todos os senadores norte-americanos para serem informados sobre a atual crise com a Coreia do Norte.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Papa apelou à revolução da ternura
    0:52
  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.

  • Diário de John F. Kennedy vendido por 660 mil euros

    Mundo

    Um diário escrito por John F. Kennedy quando jovem, durante uma curta passagem pelo jornalismo, depois da II Guerra Mundial, foi vendido por mais de 700 mil dólares (642 mil euros), informou esta quarta-feira uma casa de leilões.