sicnot

Perfil

País

Supremo determina novo julgamento para inspetora da PJ Ana Saltão

O Supremo Tribunal de Justiça decidiu hoje que o Tribunal da Relação de Coimbra terá de voltar a julgar a inspectora Ana Saltão, condenada a 17 anos de prisão por um crime de homicidio.

Entendem os juízes-conselheiros que o acordão que condenou a inspectora choca com a matéria dos factos apresentados, vícios que só podem ser corrigidos se o processo voltar a ser julgado.

Ana Saltão foi absolvida por um tribunal de juri em 2014, mas depois de um recurso do Ministerio Público para o Tribunal da Relação, a inspectora acabou condenada a 17 anos de prisão pelo homicido da avó do marido.

A arguida decidiu recorrer para o Supremo Tribunal de Justiça e, nas alegações finais, a própria procuradora do Ministério Público pediu a absolvição, admitindo que existem demasiadas contradições na investigação, não sendo por isso, possível condenar a arguida.

  • Défice caiu mais de 2,6 mil milhões de euros até outubro

    Economia

    O défice das administrações públicas foi de 1.838 milhões de euros até outubro, bem abaixo dos cerca de 4.500 milhões de há um ano. É "uma melhoria de 2.664 milhões de euros" em relação ao mesmo período do ano passado, aponta o Ministério das Finanças.

  • O que têm ice tea, colas e leite com chocolate em comum? O PAN explica
    1:36
  • Mulher salva dos carris segundos antes de chegar comboio
    0:34